Sem volta no Q3 por 1s, Schumacher nega ter atrapalhado Hamilton

Alemão abriu a volta após a bandeirada, enquanto Nico Rosberg, com problemas hidráulicos, larga em penúltimo

Schumacher está confiante para a corrida

Michael Schumacher acabou abrindo sua volta rápida no Q3 após a bandeirada, não pôde melhorar sua oitava colocação e ainda foi criticado por Lewis Hamilton pela volta de saída dos boxes lenta demais. O heptacampeão, no entanto, negou que tenha feito Hamilton perder tempo.

“Realmente não. Foi um pouco estúpido – pelo menos na chicane todos estavam lentos demais. Perdi [a bandeirada] por um segundo. Foi uma pena, mas acabou não sendo um problema no final.”

Schumacher lembrou que ele também foi prejudicado. “Webber estava na minha frente porque Hamilton o travou, não sei quem estava na frente dele, se ele realmente tinha de desacelerar tanto assim, mas foi apertado para nós três e tivemos de dar um jeito de passar e fazer outra volta.”

Seu companheiro, Nico Rosberg, teve um dia ainda pior: sequer conseguiu sair à pista no Q1 devido a um problema hidráulico e larga em penúltimo, à frente apenas de Vitantonio Liuzzi.

“Na minha primeira volta no Q1, a equipe avisou que tinha um problema e me pediu para voltar. Tentamos resolver a tempo, mas os sistemas hidráulicos são muito complicados e não havia tempo suficiente. Para a corrida, tenho uma estratégia promissora com todos os pneus novos que tenho!”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Japão
Pilotos Michael Schumacher , Nico Rosberg
Tipo de artigo Últimas notícias