Senna "troca" treino com Bottas e terá sexta-feira 100% no Canadá

Brasileiro da Williams busca aprender o máximo da pista canadense, uma vez que não teve como fazer isso em 2010

Bruno Senna

Para Bruno Senna, já virou algo comum ter de dividir os treinos livres de sexta-feira com o piloto de testes Valtteri Bottas. Contudo, não é isso que acontecerá em Montreal.

Por conhecer melhor o palco da próxima corrida, em Valência, o brasileiro optou por trocar com Bottas e poder fazer as duas primeiras práticas em Montreal. "Já corri em Valência e aqui andei muito pouco e o carro quebrou com sete voltas", comenta.
 
Para Senna, o mais importante de aprender Montreal é o fato de que o sábado pode ter chuva: "A previsão é a mesma: chuva de tarde amanhã e no sábado. Mas será a surpresa de sempre. Que não venha o dilúvio do ano passado. Espero que seja uma coisa mais normal."
 
E o sobrinho de Ayrton Senna sabe que seu sábado será vital, por precisar estar bem no grid de largada: "A classificação é sempre importante. É verdade que os pneus tem um desgaste mais baixo aqui, mas a pista favorece o erro e é muito mais favorável a ultrapassagem que Mônaco. Será fácil errar e fazer o outro errar. O DRS terá um efeito grande."
 
Por fim, o competidor da Williams não crê que as evoluções trazidas pelo time inglês ajudarão, mas, sim, o melhor entendimento com seu engenheiro. "A gente tem algumas coisas para experimentar de asa frontal e dianteira, mas não é nada relevante. Meu engenheiro entendeu o que precisava e entendeu que o balanço é bom para mim, mas é aquela coisa: tem de tomar cuidado para não passar do ponto e isso acontece fácil com esses pneus."
 

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Canadá
Pilotos Bruno Senna
Tipo de artigo Últimas notícias