Sexto lugar, Massa vê evoluções em seu ritmo de corrida

Brasileiro mantém-se à frente de Alonso por boa parte da corrida e lamenta problemas em pit stop

Um ano sem pódio: Massa não repete resultado de 2010

Felipe Massa melhorou na segunda metade do campeonato. Nas últimas seis etapas, largou na frente do companheiro em quatro. Porém, nas corridas era presa fácil para Fernando Alonso. Na Coreia do Sul, Massa ficou boa parte da prova à frente do espanhol, que na última parada levou a melhor devido às estratégias. Com pista livre, foi embora e terminou em quinto, enquanto Massa foi o sexto.

“O problema foi que no primeiro stint o pneu gastou um pouco demais e não conseguíamos recuperar. Depois, colocamos os pneus macios, que é mais duro, e tivemos um ritmo bom, chegando nos outros carros. Demorei para passar o Rosberg, mas consegui, o que nos permitiu fazer o ritmo certo do carro.”

“Aí não tive sorte, porque na segunda parada eu saí atrás de dois carros muito lentos e perdi muito tempo. Fiquei uma volta e meia atrás de ambos, e isso me fez perder uma posição. Depois de duas voltas o Fernando saiu na minha frente. Ele tinha um ritmo rápido e no final eu consegui melhorar o meu ritmo. Mostramos que o carro era rápido”, disse Massa.

Mas não foi só na segunda parada que o brasileiro teve problemas. Em seu primeiro pit stop, Massa levou quase três segundos a mais que Alonso. O brasileiro não acha que o time errou e explica: “Eu acho que não foi problema no box. Acho que estavam passando vários carros e tive de esperar, senão sairia no meio deles. Isso me fez perder muitos segundos.”

A largada do brasileiro foi um dos pontos altos da corrida. “Foi uma boa largada, especialmente a freada na curva 3, onde passei dois carros (Button e Webber). Na curva 4, estava tudo muito embolado e tive de frear tarde e passei do ponto. O Webber teve chance de ter uma melhor tração e colocar o carro do meu lado e fazer a curva. Foi uma boa largada.”

Após o treino de classificação, Massa ressaltou que estava se aproximando de Alonso nos treinos, mas que em corrida ainda faltava performance, além de sucessivos problemas com toques – com Lewis Hamilton, em especial. Em Yeongam, o brasileiro ficou satisfeito. “A batalha está melhorando. Corrida após corrida, a gente bem crescendo e isso é importante para as últimas três corridas e para o ano que vem.”

(Colaborou Luis Fernando Ramos, de Yeongam)

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Coreia
Pilotos Felipe Massa
Tipo de artigo Últimas notícias