Sexto, Massa admite pequeno erro em volta lançada

Buscando aproveitar o máximo do vácuo gerado pelo carro de Schumacher, brasileiro perde ponto de freada e volta, ficando em sexto

Massa ataca curva em Monza

Sexto colocado no grid de largada em Monza, Felipe Massa admitiu que poderia ter até conseguido mais duas posições, mas que seria o máximo possível com o carro da Ferrari.

O vice-campeão de 2008 tentou se aproveitar de um bom vácuo oferecido pelo carro de Michael Schumacher, que estava à frente, mas a gana por ganhar tempo o fez perder o ponto de freada em duas curvas, tirando décimos importantes de sua volta lançada. 
 
"Para estar na frente faltou carro, mas podia ter feito uma volta melhor. Peguei um vácuo bom do Schumacher na minha segunda tentativa, mas quis demais e passei do ponto na segunda chicane e na primeira perna da Lesmo. Perdi décimos que me daria uma ou duas posições, que era o nosso limite", afirma.
 
O brasileiro também explicou a falta de velocidade da Ferrari, que se deve à asa traseira, e acredita que poucos pit stops devem acontecer. "Estamos com a melhor opção disponível. Experimentamos vários tipos e direções de asa, maior, menor. Aquela que ganhava mais velocidade e perdia menos tempo de curva foi a que nós usamos", comenta.
 
"Essa é uma pista que não gasta muito pneu. Vamos ver na corrida. Não acredito em três paradas, acho que ficará entre duas e uma, dependendo das equipes", completa Massa.
 
(Colaborou Luis Fernando Ramos, de Monza)

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Itália
Pilotos Felipe Massa
Tipo de artigo Últimas notícias