Superado por Vettel, Ricciardo contenta-se com 3º: "Bom resultado"

Australiano chegou atrás do companheiro depois de três corridas, mas aumentou distância para Alonso

Assim como na Hungria, Daniel Ricciardo e Fernando Alonso travaram mais uma boa disputa. Dessa vez pelo último lugar no pódio e, de novo, o australiano levou vantagem, segurando o espanhol que vinha com pneus menos desgastados nas voltas finais do GP de Cingapura. Ricciardo garantiu o terceiro lugar e chegou assim aos 181 pontos no campeonato, abrindo ainda mais a distância para o ferrarista, que tem 133.

[publicidade] Após a corrida, o piloto da Red Bull disse que tinha carro para chegar em segundo, lamentou a largada não tão boa, mas se contentou com a terceira colocação. “Gostaria de ter largado melhor, mas a corrida ficou muito disputada mesmo depois do Safety Car. Pude ver quando a corrida recomeçou que ele (Alonso) não me atacou, mesmo com os pneus macios novos, então seria possível mantê-lo atrás”, comentou Ricciardo.

Menos preocupado com Alonso nas primeiras voltas pós bandeira amarela, o australiano passou a perseguir seu companheiro Sebastian Vettel, mas sofreu com o superaquecimento dos freios. “Tentei ir para cima de Seb nas primeira voltas pós-Safety Car, mas aí passei a ter alguns problemas com a temperatura dos freios, então precisei ficar um pouco para trás. Isso afetou um pouco meu ritmo, mas no final tentei voltar ao ataque sobre Seb. Meus pneus estavam bem desgastados e Fernando estava atrás de mim. De qualquer jeito, nunca consegui me aproximar o bastante nas retas para tentar uma ultrapassagem. Acho que poderia chegar em segundo, mas precisei segurar o Fernando e acabou sendo um bom resultado”, finalizou o único piloto que não pilota uma Mercedes a vencer em 2014.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias