Sutil e Di Resta veem pneus como fiéis da balança em Xangai

Pilotos da Force India acham cedo para falar sobre performance, mas destacam grande diferença entre os compostos da Pirelli

Sutil foi o oitavo hoje

Segundo os pilotos da equipe Force India, o GP da China será de quem souber administrar melhor e aproveitar ao máximo seus pneus Pirelli. Mesmo achando difícil ainda dizer se o resultado de hoje reflete a realidade, Sutil e Di Resta acham que a equipe pode melhorar ao longo do sábado na China.

“Me sinto feliz com o treino de hoje”, falou Sutil, o oitavo de hoje com 1:36.514s. “Não tivemos maiores problemas, e conseguimos testar muitas coisas diferentes no carro, especialmente na aerodinâmica. O importante agora é entender quais são as peças certas e o melhor acerto para usarmos no resto do fim de semana.”

“Em termos de pneus há uma grande diferença entre os compostos, com o médio indo melhor que o macio”, frisou Adrian.

Di Resta, nono do dia com 1:36.595s, também vê com preocupação o tema. “Fizemos o máximo que pudemos, mas acho que todos encontraram uma grande diferença entre os compostos. Essa é uma pista que também tem características que demandam bastante dos pneus.”

“Acho que o grande objetivo do dia foi tentar entender os pneus, e como aproveitá-los ao máximo”, completou Paul. 

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da China
Pilotos Paul di Resta , Adrian Sutil
Tipo de artigo Últimas notícias