Sutil rechaça Williams e diz: quer ficar na Force India

Sem lugar disponível nas quatro principais equipes da temporada, alemão diz que melhor opção é ficar onde está

Adrian Sutil em Cingapura

Se depender de Adrian Sutil, a Force India terá sua presença por mais uma temporada.

O alemão começou o dia (ou a noite) em Cingapura desmentindo qualquer tipo de contato com a Williams e mostrando muita consideração com a organização de Vijay Mallya, dizendo que, no momento, é a melhor opção disponível.
 
"Não fui lá, não estive lá, não tive contato com eles", falou Sutil sobre os rumores que apontavam uma suposta reunião com a Williams para a vaga de Rubens Barrichello. O piloto destacou a vivência dentro da Force India, que conheceu ainda nos tempos de Spyker.
 
"No momento, é difícil ver onde é possível. A equipe é muito boa aqui, está apresentando uma boa performance. Conheço eles há um bom tempo, então tudo o que for fazer tenho de pensar duas vezes, caso seja um bom passo", analisa.
 
"As equipes top estão todas fechadas já, as quatro principais, então não vejo motivos para mudar. Estou concentrado na minha corrida e depois vou ver o que acontece. Não tenho planos", destaca o piloto, ressaltando o desejo da equipe de aguardar para uma decisão e a necessidade de andar bem para se garantir sem dor de cabeça.
 
"A equipe quer esperar até dezembro e não querem dizer quem estará no cockpit; caso contrário, eles não esperariam tanto. O que quer que eu faça agora, tenho de ser rápido e tomar pontos. Acho que isso é o suficiente para eles falarem 'sim, ele merece outro ano conosco'. Se fizer o melhor possível, terei a vaga"
 
Por fim, Sutil assegura que patrocínio não é problema: "Sempre tive bons patrocinadores. Eles estão comigo desde o começo, o que é importante, mas não preciso de patrocínio para sobreviver na F-1."

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP de Cingapura
Pilotos Adrian Sutil
Tipo de artigo Últimas notícias