Team Lotus busca estreitar laços com Chapman e compra a Caterham Cars

Montadora britânica, que tem a custódia do Seven, um dos famosos modelos de rua do ex-chefe da Lotus, agora é de Tony Fernandes

Tony Fernandes atua na Fórmula 1, no ramo aéreo, de telefonia e hoteleiro, entre outros

O Team Lotus verde e amarelo de Tony Fernandes anunciou a compra da fabricantes de carros esportivos Caterham Cars. A empresa ganhou notoriedade primeiramente negociadora, a partir de 1959, e depois ganhando a custódia do modelo Seven, de Colin Chapman, em 1973.

Mas as relações da Caterham Cars com a antiga Lotus de Chapman não param por aí. A empresa é famosa por construir supercarros leves, mesmo propósito do inglês.

“A Caterham Cars continuou totalmente fiel à filosofia de Chapman, de que menos é mais, e o DNA do Seven original será perseguido nas novidades que a empresa trará”, garantiu Fernandes, por meio da assessoria de imprensa do Team Lotus.

“Já é um negócio de sucesso pela Europa, Japão, Austrália e Oriente Médio. Sendo guiado pelo time administrativo que já está a frente do projeto, agora temos os ingredientes para levar a Caterham a novos horizontes com produtos inovadores e maior exposição mundial da marca.”

A aquisição foi feita por Tony Fernandes, Kamarudin Meranun e SM Nasarudin, os homens fortes do Team Lotus. No entanto, o grupo que atualmente dirige a empresa, comandado pelo diretor Ansar Ali, segue na função.

Ali está à frente da Caterham há cinco anos, período no qual a montadora produziu o Superlight R500, eleito o carro do ano pela revista inglesa Top Gear em 2008. Além disso, montou o primeiro modelo inteiramente novo em 15 anos, o protótipo SP/300.R. 

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias