"Temo sair daqui com mais de 20 pontos atrás", diz Hamilton

Inglês afirma que não pode "falar em público" o que pensou quando viu as chamas em sua Mercedes

Pela quarta vez no ano, problemas de confiabilidade minaram as chances de Lewis Hamilton. Desta vez, um vazamento de combustível logo na primeira parte da classificação fez a Mercedes do inglês pegar fogo. Como resultado, o piloto vai largar dos boxes – e acha difícil até chegar dentro da zona de pontos.

“É inacreditável. Não posso dizer em público o que eu pensei naquele momento. Ainda não posso acreditar no que aconteceu. Agora o importante é ver como sair disso – esse é o mais importante”, afirmou o piloto, que contou o que viu dentro do carro.

[publicidade]“Primeiro havia um problema com o sistema de freio e eu fiz algumas correções. Fui de novo à pista e de repente houve um problema com o motor quando eu saí da penúltima curva, então eu estava indo para o pitlane quando olhei no espelho e vi que a traseira estava pegando fogo”, contou.

Atualmente a 14 pontos do companheiro, Hamilton não se mostra tão esperançoso quanto esteve na Alemanha, quando largou em 20º e chegou em terceiro. Na pista travada da Hungria, o inglês acredita que a história será diferente.

“Vou fazer de tudo para dar a volta por cima, mas mantendo na minha cabeça que essa não é uma pista fácil de ultrapassar. Acredito que uma recuperação como em Hockenheim seria ilusória. Acho que terei dificuldade de entrar no top 10. Temo que saia daqui com mais de 20 pontos a menos [que Rosberg].”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias