Tempo curto entre os GPs causa caos no paddock de Mônaco

Ao invés de glamour, gruas e empilhadeiras por todos os cantos marcam a quarta-feira e atrasam trabalho das equipes

Motorhome da McLaren é um dos que ainda não está pronto

 

A dobradinha de Grandes Prêmios envolvendo Espanha e Mônaco fez suas “vítimas” na parte operacional da Fórmula 1. O fato da prova monegasca começar antes, com entrevistas às quartas-feiras e primeiros treinos livres às quintas, gerou correria. No paddock, hoje, o cenário era de obras, com gruas e empilhadeiras por todos os cantos.
 

Muitos motorhomes não estão prontos. Algumas entrevistas foram improvisadas e os pilotos dividem espaço com torcedores. Na entrevista de Kamui Kobayashi, acompanhada pelo TotalRace, diversos fãs ocupavam espaços que deveriam ser da imprensa.
 

O improviso também serve aos engenheiros. “Nosso caminhão não está pronto ainda e não tenho onde trabalhar hoje. Trabalhei de manhã do hotel e agora estou na garagem com mecânicos”, declarou com exclusividade ao TotalRace, o engenheiro chefe de motores da Renault, Ricardo Penteado.
 

A parte mais importante, que é o carro, já está no programa certinho. A parte mais atrasada é a de instalação do paddock, onde ficam engenheiros e VIPs. O carro está nos trinques”, completou o engenheiro brasileiro.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP de Monaco
Tipo de artigo Últimas notícias