Temporada já beira as 300 ultrapassagens após quatro provas

Após introdução de novas regras e dos pneus Pirelli, número já representa mais da metade das manobras feitas em todo o ano passado

Temporada já teve 296 ultrapassagens em quatro etapas

O GP da Turquia teve nada menos que 126 ultrapassagens, o que representa quase um quarto de todas as manobras vistas em todo o ano de 2010 (547) e eleva o total deste ano para 296 após apenas quatro corridas.

O número é maior que a soma de todos os eventos anteriores na Turquia. Apenas 120 ultrapassagens – média de 20 por ano – tinham sido feitas de 2005 até 2010.

Tamanha discrepância não se repetiu em nenhum dos eventos até agora, ainda que alguns recordes tenham sido batidos. A temporada de 2011 começou com 29 ultrapassagens em Melbourne, onde a média em corridas no seco é de 16,3. Na Malásia, foram 56 manobras, o recorde do circuito, que estreou em 1999. E, na China, novamente a categoria superou suas marcas anteriores: 85 ultrapassagens, contra 83 contabilizadas ano passado, em uma prova que contou com condições climáticas variadas e a intervenção do carro de segurança.

Nem o Safety Car ou a chuva deram as caras, e mesmo assim a F-1 atingiu níveis que, de acordo com o site Clip the Apex, não foram atingidos nos últimos 30 anos. Antes disso, não há dados confiáveis.

A temporada com maior número de ultrapassagens de 1982 para cá é a de 1984, com 666. Caso a média de 74 manobras por corrida persista, 2011 passará a marca após nove corridas. No entanto, os próximos dois Grandes Prêmios, Barcelona e Mônaco, apresentam algumas das médias mais baixas da temporada: 6,7 e 9,8 em provas no seco.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias