Titular em 2015, Nasr lamenta saída da Williams: 'Queria ficar lá'

Brasileiro deixará de ser piloto de testes da tradicional equipe para ocupar uma vaga de titular na Sauber

Nasr manifestou o desejo de ter permanecido na Williams
Vaga de titular garantida, mas com o ‘gostinho’ de lamentação. Nesta quarta-feira, Felipe Nasr admitiu que gostaria de permanecer na Williams para 2015. Entretanto, um lugar no grid de largada para 2015 pesou na escolha pela Sauber para a próxima temporada.
 
[publicidade]Em entrevista concedida ao site oficial da Fórmula 1, Felipe Nasr contou o desejo de ficar na Williams, mas, sem espaço por conta da manutenção da dupla (Valtteri Bottas e Felipe Massa), preferiu deixar o time e direcionar-se por outro caminho na categoria.
 
“Eu quis ficar na Williams, mas eles tinham o compromisso com o Felipe e o Valtteri, e eu tive que seguir em frente. Não podia perder o ímpeto, tinha que dar o passo seguinte. Um ano inteiro de corridas é muito melhor do que um posto de piloto de testes”, declarou o brasiliense. 
 
“Aprendi muito dentro da Williams. Estou muito agradecido por ter tido a oportunidade. Foi com eles que guiei pela primeira vez um F1. Pude trabalhar e aprender com engenheiros, mecânicos e, claro com a dupla de pilotos. Sinto que saio de lá pronto para assumir o posto de titular no novo time”, acrescentou.
 
Sobre a Sauber, Nasr admite chegar em um momento complicado, depois de uma temporada ruim da equipe. A principal luta do brasileiro, agora, é se firmar na categoria em seu primeiro ano.
 
“Foi um ano muito complicado, então há muito trabalho pela frente. Sei que muitos jovens pilotos ficam ansiosos por este primeiro passo, por isso tenho que aproveitar da melhor forma possível”, completou.
 

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias