"Todos os pilotos discordaram de nova regra", revela Ricciardo

Mudança nas relargadas após Safety Car a partir do ano que vem preocupa pilotos jovens e experientes

Uma importante mudança no regulamento da Fórmula 1 para o ano que vem, a adoção de relargadas paradas após períodos de Safety Car, foi rechaçada pelos pilotos, de acordo com Daniel Ricciardo, da Red Bull. Mesmo assim, a medida está prevista para entrar em vigor a partir do ano que vem.

[publicidade]Pilotos como o campeão de 2009 Jenson Button e o atual líder do campeonato, Nico Rosberg, já
Segundo Ricciardo, nenhum dos pilotos gostou da ideia. “Todos discordamos disso, até onde eu sei. Deixarei os veteranos falarem. Eu disse que não acho que seria o melhor.”

O australiano se preocupa basicamente com dois aspectos: da competição e da segurança. “Se você está liderando com 20s de vantagem, o Safety Car entra e você perde os 20s e o que parecia uma vitória fácil é questionada. Já é uma grande desvantagem [na regra atual, com relargada em movimento]. Daí colocar outra largada, e qualquer coisa pode acontecer na largada, de um acidente a uma saída ruim que vai te colocar em quarto antes da curva um, parece um pouco duro demais para o líder.”

Em relação à segurança, o problema seriam os pneus desgastados e frios. “Se não puder trocá-los vai perder muita temperatura. As largadas de hoje já são complicadas com pneus novos e cobertores de aquecimento. Se tivermos pneus com 20 voltas de uso ou até mais, como muita borracha terá se desgastado, eles seguram menos a temperatura e será significativamente mais difícil.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias