Toro Rosso não teme 'queimar' Kvyat. "Nós gostamos de aventuras"

Piloto estreará na F1 ano que vem como titular aos 19 anos. Para Franz Tost, russo tem velocidade natural

Apesar do ano de 2014 prometer muitos desafios às equipes, devido às mudanças no regulamento, a Toro Rosso promoverá a estréia do jovem russo Daniil Kvyat, de 19 anos. Para o chefe da equipe, Franz Tost, isso não significará um problema a mais para o time.

“Na Toro Rosso nós gostamos das aventuras com jovens pilotos! (risos)”, disse o dirigente ao site oficial da F1. “Nós trabalhamos com Daniil algumas vezes. Desde os testes de Silverstone, quando ele conseguiu bons tempos de volta, até os testes aerodinâmicos em Vairano na semana passada, onde ele andou 350 km. E em Misano ele fez mais de 400 km sem errar, melhorando o ritmo várias vezes. Na sexta-feira em Austin, ele também fez um bom trabalho - infelizmente interrompido pelas más condições atmosféricas. Estou realmente ansioso para trabalhar com ele. Tenho um sentimento muito positivo, ele é um piloto com uma velocidade natural bastante elevada”, acrescentou.

Para Tost, o fato de entrar tão jovem na F1 não deve “queimar” o piloto russo. “Você nunca sabe quando um piloto mostrará o seu potencial mais elevado. Para a Red Bull, a principal razão para a escolha de Daniil foi simplesmente o desempenho fantástico que ele demonstrou durante este ano. Se você olhar para as corridas de GP3, o quão fortemente ele foi e como emocionante foram suas vitórias foram, vemos que teve um ano fantástico e ganhou o campeonato com mérito. Isto é ainda mais surpreendente considerando que ele entrou na GP3 sem muita preparação e quase que imediatamente colocou o carro na pole position e começou a ganhar corridas. Ele tem a chance agora e precisa aproveitar. Não é todo ano que um assento na F1 é oferecido a você. É o mesmo com Daniel Ricciardo na Red Bull. Nunca é uma questão de quando você está pronto. É melhor você estar pronto quando a oportunidade vem”, aconselhou.

Quem também precisa estar pronto, segundo Tost, é Jean-Eric Vergne, que ano que vem terá que liderar a Toro Rosso, por ser mais experiente. “Espero que ele marque muitos pontos e que a gente forneça a ele um bom carro para isso. Em sua terceira temporada com a gente, ele pode mostrar que está aqui por uma razão. Ele tem que liderar a equipe  na configuração do carro e encontrar as melhores soluções técnicas. Deve ser um trabalho muito interessante e vamos ver se ele pode fazer isso ou não”, completou Tost.
 

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias