"Tudo o que tinha de dar errado, deu", lamenta Domenicali

Chefe da Ferrari afirma que batida de Button em Alonso e problema de Karthikeyan com Massa definiram corrida que podia ser do time

Alonso e Massa à frente de Button em Montreal

Stefano Domenicali não conteve a frustração ao falar do que aconteceu no GP do Canadá de F-1. O dirigente italiano afirmou que terminar a prova apenas com a sexta posição de Felipe Massa foi "duro de engolir".

O dirigente italiano foi bastante crítico com o vencedor Jenson Button, da McLaren, que tirou Fernando Alonso da corrida, e também com Narain Karthikeyan, da Hispania, que teria provocado a rodada de Massa quando o brasileiro era o terceiro.
 
"Só podemos lamentar este GP caótico. Hoje, tínhamos potencial para lutar pela vitória, mas tudo o que podia dar errado, deu. No fim, a sexta posição de Felipe foi dura de engolir, ainda mais do jeito que a corrida terminou."
 
"Dois incidentes em particular - a colisão entre Fernando e Button e a tentativa de ultrapassagem em Karthikeyan, que tirou Felipe da pista - deixam um gosto ruim na boca", analisa Domenicali, dizendo que a coisa boa foi ver o ritmo da Ferrari similar aos de Red Bull e McLaren.
 
"Agora, vamos deixar o domingo para trás, retendo o fato de que nossa performance estava em nível de igualdade para a situação, como há duas semanas, em Mônaco. Precisamos fazer o mesmo em Valência e melhorar para as outras corridas."
 
"Penso, acima de tudo, em Silverstone, onde a eficiência aerodinâmica contará mais e talvez a nova interpretação do regulamento sobre os escapamentos podem mudar a ordem do grid", completa.
 

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Canadá
Pilotos Fernando Alonso , Felipe Massa
Tipo de artigo Últimas notícias