Único piloto norte-americano, Rossi fica fora dos treinos

Jovem de 21 anos dará lugar para que aos titulares da Caterham possam aumentar sua quilometragem em circuito novo

Após cogitar dar a chance para o único norte-americano atualmente na Fórmula 1, Alexander Rossi pilotar na estreia da prova de Austin, a Caterham voltou atrás e dará prioridade para seus pilotos titulares, já que este é um circuito novo no calendário.

A decisão foi acatada pelo piloto de 21 anos, que recentemente andou pela equipe durante o teste destinado a jovens pilotos, realizado em Abu Dhabi. “Como piloto de testes, sei que o mais importante é que Austin é um circuito novo e os pilotos precisam testar o máximo de tempo possível para se preparar para a classificação e a corrida. Se eu fosse titular gostaria de fazer o mesmo.”

Resta ao piloto trabalhar como uma espécie de relações públicas. “Será uma semana incrível e vou trabalhar duro para apresentar muitas pessoas importantes para nossa equipe e para a F-1 em geral.”

Para Heikki Kovalainen, o circuito pode ser comparado ao da Índia. “Há curvas rápidas com algumas freadas fortes, nas quais deve ser possível fazer ultrapassagens. Obviamente já corremos nos Estados Unidos e temos muitos fãs, mas a F-1 mudou desde a última vez que corremos lá e sabemos como fazer um grande show”, afirmou o finlandês, que espera ter tempo de jogar golfe com seus amigos que moram no país.

Já Vitaly Petrov viaja pela primeira vez para os Estados Unidos. “Sempre foi meu sonho. Desta vez provavelmente não terei tempo suficiente para passear mas definitivamente quero voltar quando tiver alguns dias livres”, disse o russo.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP dos EUA
Tipo de artigo Últimas notícias