"Veremos amanhã", diz o pole Webber sobre ordem de equipe

Australiano garantiu que, na largada, "será como se eu e e Seb estivéssemos em nosso primeiro GP juntos"

Apesar da felicidade pela primeira pole de fato no ano, Mark Webber convive com a dúvida se a Red Bull deixará que a disputa entre ele e o companheiro Sebastian Vettel, que tem a chance de se tornar líder do campeonato se fizer cinco pontos a mais que Fernando Alonso no GP da Coreia, ocorra normalmente.

Ouvido pelo TotalRace, o australiano deixou a questão no ar. “Veremos amanhã, mas acho que devemos ser liberados para correr.” Contudo, na largada, garantiu que não vai aliviar com o companheiro, que sai a seu lado. “Será normal. É como se estivéssemos em nosso primeiro GP juntos. As regras são as mesmas. Não gosto de bater, ele também não. Corremos de maneira dura e justa.”

Webber largou em primeiro no GP de Mônaco, após lucrar com a punição de Michael Schumacher. É a primeira vez no ano, portanto, que faz o melhor tempo em uma classificação. “A pole é uma posição muito boa, mas o importante será a corrida. Temos de fazer uma prova limpa e teremos uma grande chance de lidar da melhor forma com a corrida e decidir a estratégia estando na ponta. Foi uma boa volta, uma classificação importante para nós. Fomos bem quando valia e estou muito feliz comigo pela volta e pela equipe, que fez um bom trabalho”, destacou o australiano.

“Foi uma sessão apertada para todos. Acho que, no decorrer do treino, os pilotos tiveram dificuldades de equilíbrio nos diferentes compostos. Fiz a primeira volta do Q3 com um jogo de pneus usados e, depois, quando coloquei os novos, foi uma volta muito sólida. Fiquei muito feliz em conquistar a pole.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Coreia
Pilotos Mark Webber
Tipo de artigo Últimas notícias