Vergne comemora quarta ida ao Q3 neste ano e bom grid em Monte Carlo

Toro Rosso leva os dois carros à última sessão de classificação em Monte Carlo; Kvyat se decepciona com erro

Jean-Éric Vergne se colocou pela quarta vez neste ano entre o Top 10. O piloto francês comemorou sua posição de largada, o sétimo, que lhe deixa em boa posição para a corrida em Mônaco, onde é reconhecidamente difícil de se ultrapassar.

"Estou muito feliz com a classificação de hoje, por mim mas também pela equipe, que tem merecido alguns bons resultados por todo seu trabalho duro”, falou.

“Ter os dois carros no top 10 é uma grande conquista para todos. Minha última volta com os supermacios foi afetada pelas bandeiras amarelas, mas a primeira foi o suficiente para garantir o sétimo, o que é uma boa posição para começar a corrida de amanhã. Se conseguirmos juntar tudo, estou confiante de que podemos terminar nos pontos com ambos os carros. Definitivamente, vou dar tudo para pelo menos manter a posição até a bandeira quadriculada."

Já Daniil Kvyat, lamentou seu erro na primeira classificação e também não ter conseguido fazer sua última tentativa após o erro de Rosberg na Mirabeau.

“Acho que foi a classificação mais bagunçada da minha vida. Muitas coisas aconteceram. O erro no Q1, não tenho ideia do que aconteceu, acho que foi por causa da ondulação, nunca tinha acontecido antes”, relatou ao TotalRace.

“Tive uma boa volta no Q2, mas no Q3 vamos dizer que não tenha conseguido o máximo. Estou um pouco chateado agora, mas vou ficar bem. Acho que essa regra de bandeira amarela deveria ser revisada na minha opinião, porque você nunca sabe o que aconteceu. Você teve bandeira amarela em uma curva cega, às vezes tem um carro no meio, mas dessa vez não tinha. Eu tive que tirar o pé no Q3.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias