Vergne só não é cotado na Red Bull por inexperiência, diz Tost

Piloto francês ganha elogios do chefe, que diz esperar mantê-lo na Toro Rosso na próxima temporada

Ele pode estar fora da lista da Red Bull para substituir Mark Webber a partir da próxima temporada, mas Jean-Eric vergne está longe de ter seus dias contados no quadro de pilotos da empresa de energéticos. Quem garante é o chefe do francês na Toro Rosso, Franz Tost.

Falando ao TotalRace, o dirigente salientou as qualidades de Vergne e assegurou que a falta de experiência é o único fator que o afasta da possibilidade de ser companheiro de Sebastian Vettel em 2014. Segundo o chefe da Red Bull, Christian Horner, o atual companheiro de Vergne, Daniel Ricciardo, e Kimi Raikkonen são os principais candidatos.

“Jean-Eric é um piloto que trabalha muito bem e tem muita habilidade. O único motivo pelo qual Daniel Ricciardo está sendo cotado para a vaga [de Webber] e ele não é simplesmente pela questão da experiência. Ele fez 13 corridas a mais que Vergne, o que é praticamente uma temporada. Com isso em mente, estou muito confiante de que Jean-Eric vai se focar em fazer um grande trabalho e em permanecer conosco na próxima temporada.”

Deixando claro que quer o francês na Toro Rosso ano que vem, Tost prefere não dar pistas de quem pode ser o próximo piloto do programa de pilotos da Red Bull a ganhar uma chance na Fórmula 1 caso Daniel Ricciardo seja escolhido como substituto de Webber, mas cita Antonio Félix da Costa, atualmente na World Series.

“Antonio Félix da Costa é um dos candidatos, mas vamos esperar a decisão da Red Bull e, se eles levarem Daniel, vamos avaliar quem será a opção para nosso segundo cockpit.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias