Verstappen define seu acidente em Mônaco como o pior de sua carreira

Punido em cinco posições no grid, o holandês promete ir para cima no GP do Canadá, para recuperar posições.

Após o acidente do GP de Mônaco, o jovem holandês Max Verstappen afirmou que foi o pior acidente de toda a sua carreira, mas que isso não vai fazer que ele deixe de ser agressivo na pista.

Como foi punido pelos comissários em cinco posições no grid, por conta do acidente, o piloto da Toro Rosso promete fazer muitas ultrapassagens para se recuperar: “isso significa que eu vou ter que fazer algumas ultrapassagens", disse Verstappen em seu site.

“Tudo pode acontecer no Canadá, sempre há boas chances da entrada do Safety Car. Com a estratégia certa e um bom ritmo, acredito que irei bem”, confia.

Antes de entrar no carro na sexta-feira de treinos, Verstappen terá que passar por testes médicos obrigatórios, para confirmar se ele está apto a voltar a guiar, já que seu acidente foi considerado muito forte, pela desaceleração que o piloto sofreu.

“Sem dúvida foi o meu pior acidente. O impacto foi 30 G. Quando vi a barreira (de pneus), eu já fui pensando: ‘eu realmente tenho que me preparar para a pancada’”, relembra.

 

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Canadá
Pista Circuit Gilles-Villeneuve
Pilotos Max Verstappen
Equipes Toro Rosso
Tipo de artigo Últimas notícias