Vettel acha graça de críticas sobre não saber ultrapassar

Tricampeão lembra como as corridas de recuperação em Abu Dhabi e no GP do Brasil mudaram a opinião de muita gente

Sebastian Vettel diz achar graça da mudança de opinião que, principalmente, as corridas de Abu Dhabi e do Brasil provocaram nos críticos que diziam que o atual tricampeão do mundo não sabia ultrapassar. Nas duas oportunidades, o alemão se viu em algum momento da prova em último e conseguiu abrir caminho no pelotão.

“Provar a você mesmo e ser honesto consigo é mais importante do que o que as pessoas escrevem”, garantiu Vettel. “Na verdade é um pouco engraçado olhar para trás e ver que um piloto que não deveria ultrapassar, depois de duas ou três provas, fez as pessoas mudarem sua opinião, e no futuro pode ser que isso aconteça de novo.”

O alemão acredita que o fato de ter muitas poles e controlar corridas desde a ponta fez com que as pessoas achassem que ele não soubesse ultrapassar. “Ano passado, sempre largávamos de uma ótima posição e não tínhamos de ultrapassar tanta gente. Daí obviamente começaram a nos criticar por não ultrapassar, mas se não tiver ninguém para passar...”

Porém, Vettel lembra que abrir uma boa vantagem na frente pode ser tão difícil quando superar rivais e ganhar posições. “Não é uma frustração porque no final acontece. Vencer da frente ou vir ganhando posições dá na mesma: você faz seu melhor. É claro que as pessoas dão mais crédito quando você tem de ultrapassar os outros do que quando você consegue abrir uma grande diferença na ponta. Eles não entendem o valor de abrir uma vantagem de 8 ou 12 segundos.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Sebastian Vettel
Tipo de artigo Últimas notícias