Vettel admite que Red Bull foi "terceiro carro mais rápido"

Alemão esperava vencer após dominar final de semana na Austrália, mas sofreu com falta de ritmo e desgaste excessivo

Sebastian Vettel saiu do GP da Austrália com duas sensações distintas: por um lado, queria vencer após dominar os treinos livres e largar na pole position; por outro, admite que o terceiro lugar era o máximo que sua Red Bull lhe permitiu na corrida de abertura da temporada.

“Não podemos ficar felizes com o resultado de hoje porque, quando você larga na pole, quer vencer. Tivemos uma boa largada mas, depois de duas ou três voltas, os pneus acabaram”, revelou o tricampeão, que não achava possível ser superado por um carro que fizera apenas duas paradas. Porém, após sua terceira visita aos boxes, percebeu que fora superado por Raikkonen, que adotava estratégia diferente.

“Fiquei surpreso quando li no pitboard que estava uma posição atrás do que esperava porque não sabia de onde aquele outro carro tinha vindo. Porém, fomos o terceiro carro mais rápido hoje e temos de ficar felizes com o pódio.”

Vettel largou bem na pole, mas passou o tempo todo na alça de mira das Ferrari de Felipe Massa e Fernando Alonso. Na segunda rodada de pit stops, o espanhol antecipou sua parada e, com a aderência superior do pneu novo, roubou a posição de ambos.

Após ser superado pela Ferrari, Vettel não teve ritmo para acompanhar Alonso, o que foi uma surpresa dada a forma dominadora com que havia disputado o final de semana até ali.

“Não estou preocupado. Temos de admitir que às vezes os outros são mais rápidos, mas é uma longa temporada. Queria mais pontos nesta primeira corrida, mas não posso dizer que estou desapontado.”

Já Mark Webber, revelou ao TotalRace após a prova problemas mecânicos em seu RB9. "Antes de a corrida começar tivemos muitos problemas de telemetria do carro para os boxes, o que não foi ideal pois o pessoal não conseguiu acertar tudo."

 

"Perdemos o Kers e perdemos muitas posições na largada. Não tínhamos muita ideia de como preparar o carro para a largada da corrida."  

 

"Também tivemos uma rara parada longa, o que nos deixou atrás de Button. Lutar com ele sem Kers foi muito difícil, ele é muito experiente."

Webber ainda reclamou da falta de sorte na corrida de sua terra natal: "No final conseguimos salvar algo, mas sempre que preciso de um Safety Car em Melbourne para me salvar, nunca vem", finalizou.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Austrália
Pilotos Mark Webber , Sebastian Vettel
Tipo de artigo Últimas notícias