Vettel busca o tricampeonato e a consagração na Fórmula 1

Alemão tem chances de se igualar a Fangio e Schumacher hoje; confira as contas e a opinião dos pilotos

Aos 25 anos de idade, ele já conquistou 26 vitórias, 45 pódios e 35 pole positions. E, ao alinhar para a 100ª largada da carreira, no GP dos Estados Unidos, às 17h pelo horário de Brasília, Sebastian Vettel pode chegar ao terceiro título mundial consecutivo, feito obtido apenas por Juan Manoel Fangio e Michael Schumacher, dois dos nomes mais vencedores dos 63 anos de história da Fórmula 1.

O alemão da Red Bull precisa abrir mais 15 pontos de vantagem para Fernando Alonso para conquistar o título com uma corrida de antecipação. Se vencer, o rival não pode ser quarto. Se chegar em segundo, o espanhol não pode ser oitavo e, se chegar em terceiro, tem de torcer para Alonso não pontuar. Qualquer outro resultado leva a decisão para o GP do Brasil, no próximo final de semana.

Porém, mais do que o título, Vettel busca afirmação. Mesmo com o assombroso desempenho das últimas três temporadas, em que venceu perto de 40% das provas disputadas, o piloto não é uma unanimidade. Dados como o fato de nunca ter vencido uma prova largando de trás da terceira posição no grid alimentam a desconfiança de que o alemão só ganha tanto pela superioridade da equipe Red Bull, que tem grandes chances de também selar o tricampeonato entre as equipes hoje.

Pelo menos entre os colegas de pista o piloto é respeitado. “Vettel é um cara que vem crescendo muito ao longo da carreira. Ele sempre foi rápido, sempre conseguiu tirar o máximo do carro, e com o tempo e a experiência, está se tornando um piloto muito mais combativo e completo”, observa Bruno Senna, da Williams, que considera as duas próximas corridas uma prova de fogo para o bicampeão. “Ele teve bastante conforto nos dois primeiros títulos porque o carro sempre foi muito competitivo e às vezes não tinha rivais. Mas agora ele está indo muito bem, disputando com um carro que não era competitivo no início do campeonato e correndo atrás do prejuízo. Veremos como fica a cabeça dele nestas duas últimas provas, pois ele está disputando com o melhor piloto da F-1 atualmente. Vai ser dureza, mas ele tem a vantagem do carro.”

Outra marca do piloto da pequena Heppenheim, sul da Alemanha, é a jovialidade. “É um cara legal, simples, além de ser um excelente piloto, que já conquistou vários recordes e campeonatos, mesmo com a pouca idade”, elogiou Felipe Massa. “O carro dá tranquilidade de marcar mais pontos, por isso é mais difícil para o Alonso. Mas corridas são corridas e tudo pode acontecer”, acredita o piloto da Ferrari.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP dos EUA
Pilotos Sebastian Vettel
Tipo de artigo Últimas notícias