Vettel busca tirar o máximo do bom momento

Depois de duas vitórias nas duas primeiras corridas, alemão vê tudo se encaixando, mas admite que sua sorte pode mudar

Com 24 pontos de vantagem para Button, Vettel está feliz da vida

É difícil imaginar que alguém possa ameaçar a tranquilidade do líder do campeonato com quase o dobro de pontos para o segundo colocado após apenas duas provas, mas Sebastian Vettel prefere adotar um discurso cauteloso antes do GP da China.

“O fato de termos ganhado as primeiras corridas não nos torna mais rápido aqui, não nos dá um décimo a mais por volta de graça. Temos que continuar trabalhando e acertar bem o carro amanhã para ter uma boa classificação e corrida no domingo”, afirmou em entrevista acompanhada pelo TotalRace.

O piloto da Red Bull admitiu que conseguiu manejar o consumo de pneus de forma confortável nas últimas corridas por estar sozinho na liderança, mas sabe que não será sempre assim.

“Vai chegar o dia em que teremos dificuldades, teremos que tomar algumas decisões importantes e cometeremos erros. O objetivo é tirar o máximo de nosso equipamento, e no momento temos um carro forte, tudo parece se encaixar e vamos tentar usar isso.”

Perguntado sobre a estatística de que nunca um piloto que ganhou as três primeiras corridas perdeu o campeonato, Vettel escapou da pressão.

“Acho uma besteira. Ano passado, havia várias estatísticas contra mim. Claro que as coisas se repetem. Michael mesmo deve ter ganhado as primeiras corridas umas 12 vezes.” Mesmo informado de que o heptacampeão havia feito isso apenas três vezes, o alemão prosseguiu. “Acho que cada ano tem uma história. Não me fio em estatísticas.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da China
Pilotos Sebastian Vettel
Tipo de artigo Últimas notícias