Vettel define dobro de pontos na última corrida como "absurdo"

Alemão da Red Bull perderia título de 2012 em Interlagos se regra estabelecida pelo Grupo Estratégico existisse

Atual tetracampeão de forma consecutiva na Fórmula 1, Sebastian Vettel desaprovou a nova medida do Grupo Estratégico da Fórmula 1 de dobrar o número de pontos ganhos na última corrida da temporada. Para o alemão, a nova regulamentação seria injusta com pilotos e equipes e mancharia o campeonato disputado.

“Pilotos, fãs e especialistas estão horrorizados", disse Sebastian ao jornal alemão Bild.

"Isso é um absurdo e pune aqueles que trabalharam duro durante toda uma temporada", disse o piloto de 26 anos, que venceu as últimas nove corridas em 2013.

Além de achar a medida descabida para o atual campeonato da Fórmula 1, o piloto se prendeu à tradição para justificar sua opinião contrária a dos dirigentes de equipes, FOM e FIA, quem compõem o Grupo Estratégico.

"Eu valorizo as antigas tradições na Fórmula 1 e não entendo essa nova regra", falou o piloto que corre na Fórmula 1 desde 2007. "Imagine na última Bundesliga se o último jogo da temporada de repente tivesse o dobro de pontos", exemplificou.

O piloto perderia para Fernando Alonso o título de 2012 se os pontos do GP do Brasil, última etapa da temporada na ocasião, tivesse os pontos dobrados. Alonso, que venceu três corridas na temporada, chegou em segundo e Vettel, vencedor em cinco oportunidades, foi o sexto.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Sebastian Vettel
Tipo de artigo Últimas notícias