Vettel desobedeceu ordens para abandonar o GP da Malásia

Mesmo sem rádio, piloto recebeu o aviso de que tinha superaquecimento de freios por meio de placas no pitwall e as ignorou

Vettel terminou fora dos pontos

Chamou a atenção as mensagens ao final do GP da Malásia para que Sebastian Vettel parasse o carro “por uma questão de emergência” na última volta, algo que o alemão, mesmo sem chances de marcar pontos, não obedeceu.

A equipe justificou dizendo que o bicampeão não estava ouvindo o rádio por toda a corrida, o que, inclusive, atrapalhou sua estratégia, mas fotógrafos registraram que a informação também foi passada a Vettel via placa no pitwall, mostrando que o alemão realmente desobedeceu a ordem.

Caso tivesse encostado sua Red Bull, a equipe poderia instalar uma nova caixa de câmbios na próxima prova, uma vez que o regulamento permite que isso seja feito quando o carro não completa a corrida.

“Claro que dá para economizar o carro, mas queria ver a bandeira quadriculada. Acho que é assim que deve ser”, afirmou Vettel logo que desceu do carro.

O chefe da equipe, Christian Horner, no entanto, pareceu não gostar muito da decisão de seu piloto. “Vamos conversar sobre isso”, afirmou após a prova.

A Red Bull teria identificado um superaquecimento nos freios e, por isso, pediu que Vettel abandonasse a prova malaia. De qualquer maneira, este foi o pior resultado do alemão desde o GP da Bélgica de 2010, contabilizando as corridas que completou.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Malásia
Pilotos Sebastian Vettel
Tipo de artigo Últimas notícias