Vettel destaca vantagem de se largar em 11º nesta temporada

Alemão sente não ter explorado tanto os pneus novos quando teve a oportunidade na China, quanto Raikkonen no Bahrein

Largar em 11º facilita a estratégia

Primeiro foi o próprio Sebastian Vettel que, por pouco, não beliscou um pódio no GP da China. No Bahrein, Kimi Raikkonen esteve próximo da vitória. Em ambos os casos, os pilotos largavam em 11º e se aproveitaram de jogos de pneus zerados, não utilizados na classificação, para ganhar terreno durante a corrida.

“Sabemos o quão apertado está, então pequenas coisas podem fazer uma grande diferença aos domingos. Kimi largou em 11º, então ele tinha pneus novos e conseguiu fazer a diferença”, observou Vettel.

O alemão lembrou que conseguiu chegar em quinto na China aproveitando-se de seus pneus novos, mesmo que a estratégia tenha sido atrapalhada pela queda ao 14ª lugar na primeira volta.

“Na corrida da China, acho que estávamos em uma posição parecida. Larguei em 11º - ok, tive uma primeira volta horrível – mas tínhamos pneus novos. Mesmo assim, não conseguimos fazer nossa estratégia funcionar no final, provavelmente porque forçamos demais, mas ainda assim tivemos um bom resultado.”

Para o alemão, tais exemplos mostram, tanto a competitividade da F-1 neste ano, quanto como pequenos detalhes podem fazer a diferença.

“Temos de pensar corrida por corrida porque é muito difícil tirar conclusões sobre quem é mais forte. Mais coisas podem fazer uma grande diferença no domingo. Pilotos com estratégias completamente diferentes estão terminado a 4, 5 segundos um do outro. Isso não torna nossa vida fácil, mas acho que é o que as pessoas querem ver.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Sebastian Vettel
Tipo de artigo Últimas notícias