Vettel e Button não descartam Massa como rival

Para o atual campeão do mundo, um piloto que esteve a um ponto de conquistar o título há pouco mais de dois anos “não esqueceu como guiar”

Massa teve um final de semana recheado de problemas na Austrália

O ano de Felipe Massa começou da mesma maneira como terminou 2010: com problemas com o aquecimento de pneus, o brasileiro não fez uma boa classificação, teve rendimento bem inferior ao do companheiro de Ferrari, Fernando Alonso, e terminou o GP da Austrália em sétimo, lucrando com as desqualificações de ambas as Sauber.

Seus rivais, no entanto, não o descartam. Falando sobre quem estaria na briga pelas vitórias, Sebastian Vettel citou Webber, Hamilton e Button e a dupla da Ferrari. Ao notar o espanto dos jornalistas presentes na menção do nome de Massa, que desde o ano passado sofre para mostrar bom ritmo, o atual campeão do mundo prosseguiu.

“Não tenho nenhum problema em citar Felipe junto desses pilotos. Não acho que ele seja lento. Se você olhar para trás, e não precisa ser muito, em 2008, ele perdeu o campeonato por um ponto. Ele deixou ótima impressão lá. De um dia para o outro não acho que ele esqueceu como se dirige o carro”.

Perguntado por TotalRace sobre a dificuldade de Massa em andar no ritmo de Alonso, em comparação com o bom rendimento que teve em relação a Kimi Raikkonen, Jenson Button foi diplomático.

“Kimi e Fernando são pilotos muito diferentes. Acho que Kimi é um grande piloto. Com a cabeça no lugar, ele é muito competitivo.  E Fernando é obviamente um grande piloto, é bicampeão do mundo, mas Felipe também é muito rápido. Não sei se ele teve problemas de equilíbrio na Austrália, o ritmo dele não era bom, ou se era o ritmo de Fernando que era muito bom. Você poderia dizer o mesmo sobre a diferença entre as Red Bull na corrida. Depois de apenas uma corrida você não pode desconsiderar ninguém, especialmente alguém que pilota uma Ferrari.”

O piloto da McLaren mostrou-se um pouco irritado com a defesa do brasileiro durante o GP da Austrália. Depois de perder tempo atrás da Ferrari, Button fez uma ultrapassagem ilegal e foi punido com um drive through.

“Ele me bloqueou muito bem, nunca vi nada igual. Ele obviamente teve aulas de como bloquear, porque fez um grande trabalho em me manter atrás dele, como se fosse a única coisa que estivéssemos lá para fazer. É complicado porque ele não queria que eu passasse mas, se eu ultrapassasse ele, ele teria uma corrida melhor.”

O inglês, no entanto, não viu nada de exagerado nas manobras de Massa. “Ele fez um ótimo trabalho em bloquear e colocar o carro no lugar certo. Deve ter ido para alguma escola de defesa de posição no Brasil”, ironizou. “Mas não acho que ele mudou muito de direção. Durante a corrida achei que estava demais, porém acho que senti isso por causa da diferença de velocidade.”

Button ainda explicou que só não cedeu a posição a Massa imediatamente após a ultrapassagem – o que teria evitado o drive through – pela demora dos comissários em determinar se a manobra era válida ou não.

“É uma situação muito frustrante porque foi obviamente errado eu passar por fora da curva, mas não tinha a possibilidade de fazer a curva normalmente, porque ele espalhou para cima de mim. É justo. Quando vi Fernando tinha passado Felipe e teria que ceder a posição para os dois. O time falou com Charlie (Whiting, diretor de prova) e ele disse que ia ver. Sei que foi errado, eu deveria ter devolvido, mas quando ele falou isso pensei que havia uma possibilidade. Mas demorou duas voltas para eles responderem e Felipe já tinha parado”, contou.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Malásia
Pilotos Jenson Button , Felipe Massa , Sebastian Vettel
Tipo de artigo Últimas notícias