Vettel estraga a festa de Alonso e lidera terceira sessão de livres

Alemão da Red Bull colocou três décimos nos rivais; De la Rosa estampou o muro no finalzinho do treino

Vettel liderou a terceira sessão de treinos livres para o GP do Canadá

Sebastian Vettel acabou com a festa de Fernando Alonso no terceiro treino livre para o GP do Canadá. Nos intantes finais, o alemão da Red Bull tirou o primeiro lugar do espanhol, colocando mais de três décimos de vantagem. Nico Rosberg também foi bem, ocupando a terceira posição. Felipe Massa foi o quarto e Rubens Barrichello, apenas o 16º. Mark Webber, por sua vez, não foi à pista, com problemas no Kers.

O treino foi disputado com a pista um pouco mais fria que na sexta-feira, com 22ºC de temperatura ambiente e céu nublado, e 27ºC no asfalto.

As Mercedes, que dedicaram a sexta-feira aos experimentos visando a corrida, foram as primeiras a sair para marcar voltas rápidas, com Rosberg fazendo uma simulação de classificação em 1min15s0, o melhor do final de semana até então. Enquanto isso, Michael Schumacher fazia um long run.

O restante dos protagonistas só saiu com cerca de 40 minutos para o final da sessão. Fazendo stints médios com pneus macios, McLaren, Red Bull e Ferrari começaram andando em 1min15 médio e Jenson Button foi o primeiro a chegar nos 1min14. Dos ponteiros, apenas Mark Webber ficou nos boxes, com problemas nas baterias do Kers.

Com meia hora para o final da sessão, Rosberg voltou à pista para entrar na casa de 1min13. Nesse momento, o alemão liderava, com Vettel em segundo, Alonso em terceiro, Massa em quarto, Button em quinto e Hamilton em sexto. Rubens Barrichello era o 11º, logo atrás do companheiro Pastor Maldonado.

Em seu segundo treino na Sauber substituindo Sergio Perez, Pedro de la Rosa andou próximo do companheiro Kamui Kobayashi, passando boa parte do treino logo à frente do japonês.

Com 20 minutos para o final da sessão, começaram a aparecer os pneus super macios. Os primeiros a marcar tempo com os compostos mais rápidos foram novamente os Mercedes, sem sucesso. Quem baixou o tempo foram as Ferrari. Massa baixou quatro décimos e Alonso fez exatamente a mesma marca de Rosberg, ambos na segunda volta do super macio. Somente na quinta volta rápida, o espanhol finalmente superou o tempo do alemão, obtido com pneus macios.

Barrichello também não conseguiu melhorar com o composto mais mole e Buemi se queixou pelo rádio que não conseguia fazer o pneu funcionar.

Nos últimos cinco minutos, todos saíram à pista fazendo simulações de classificação. Na segunda volta rápida, Vettel baixou em 320 milésimos o tempo de Alonso. As McLaren melhoraram sensivelmente, mas não passaram de quinto e sexto.

Nos instantes finais, Pedro de la Rosa bateu no mesmo local onde Kobayashi havia colidido na sexta-feira. O piloto saiu do carro sem maiores problemas, mas a equipe terá trabalho para aprontar o Sauber para a classificação, que começa às 14h, horário de Brasília.

Confira os tempos da terceira sessão de treinos livres:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Canadá
Tipo de artigo Últimas notícias