Vettel fatura prova na Itália, com Alonso em segundo

Massa pulou bem na largada, mas foi ultrapassado por companheiro e terminou em 4º após perder para Webber nos boxes

Sebastian Vettel viveu outra de suas tardes tranquilas para vencer o GP da Itália e aumentar ainda mais sua vantagem na liderança do campeonato.

Seu rival mais próximo na tabela, Fernando Alonso, largou em quinto e chegou em segundo, mas ainda assim viu o rival abrir mais sete e somar 222 pontos contra seus 169, chegando a 53 pontos de vantagem. Mark Webber completou o pódio, com Felipe Massa mostrando bom ritmo em quarto lugar.

As Ferrari largaram forte, mas não tiveram espaço para aproveitar na freada e Vettel, mesmo fritando os pneus, conseguiu se manter na ponta. Massa pulou de quarto para segundo, seguido por Webber e Alonso. Hulkenberg não saiu bem, mas colocou-se em quinto, seguido por Rosberg, Ricciardo, Perez, Vergne e Hamilton.

Kimi Raikkonen teve uma largada arrasadora, mas acabou estampando a traseira de Perez na freada e teve de trocar o bico de sua Lotus. Quem ficou pelo caminho foi Di Resta, que se perdeu na freada da segunda variante.

Neste mesmo ponto, Alonso fez a ultrapassagem sobre Webber na terceira volta, superando Massa cinco voltas depois, na freada da primeira chicane e sem enfrentar resistência do companheiro.

A briga do meio do pelotão foi boa nas primeiras voltas, com Hamilton, com pneus duros, exposto. Tentando superar Vergne, o inglês acabou sendo ultrapassado pelo ex-companheiro Button. O piloto da Mercedes acabou não conseguindo fazer sua estratégia funcionar, pois foi o primeiro a parar, na volta 14, com um furo no pneu.

Na volta seguinte, Massa passou a ser atacado por Webber, mas, menos veloz nas retas, não conseguia ultrapassar. Na frente, Vettel abriu mais de seis segundos e era marginalmente mais rápido até a 20ª volta, quando Alonso começou a tirar.

A diferença chegou a ficar em menos de cinco segundos quando a Red Bull respondeu com uma parada dupla na volta 24. Assim, mesmo com a Ferrari respondendo na volta seguinte, Massa perdeu a posição com Webber. Já Alonso decidiu ficar mais tempo na pista, mesmo perdendo tempo em relação a Vettel, que voltou voando à pista.

Alonso parou apenas na volta 28, perdendo muito tempo em relação a Vettel, cuja vantagem subiu para 10s3. Após todos fazerem suas paradas, Vettel liderava Alonso, Webber, Massa, Raikkonen, Hulkenberg, Hamilton, Rosberg, Ricciardo e Button. Porém, por terem tido problemas nas voltas iniciais, Raikkonen e Hamilton fariam uma parada a mais.

Webber passou a atacar decididamente Alonso na volta 39, mas não tinha velocidade de reta para superar o espanhol. Mais atrás, Raikkonen e Hamilton, com uma parada a mais, vinham abrindo caminho e brigando entre si.

O inglês, no entanto, só conseguiu escalar até a nona colocação e Raikkonen ficou de fora dos pontos. Grande corrida de Hulkenberg, quinto, superando Rosberg, Ricciardo e Grosjean. Button fechou o top 10.

Resultado do GP de Monza:

1) Sebastian Vettel (Red Bull), 53 voltas
2) Fernando Alonso (Ferrari), a 5.4s
3) Mark Webber (Red Bull), a 6.3s
4) Felipe Massa (Ferrari), a 9.3s
5) Nico Hulkenberg (Sauber), a 10.3s
6) Nico Rosberg (Mercedes), a 10.9s
7) Daniel Ricciardo (Toro Rosso), a 32.3s
8) Romain Grosjean (Lotus), a 33.1s
9) Lewis Hamilton (McLaren), a 33.5s
10) Jenson Button (McLaren), a 38.3s
11) Kimi Raikkonen (Lotus), a 38.6s
12) Sergio Pérez (McLaren), a 39.7s
13) Esteban Gutierrez (Sauber), a 40.8s
14) Pastor Maldonado (Williams), a 49s
15) Valtteri Bottas (Williams), a 56.8s
16) Adrian Sutil (Force India), a 1 volta
17) Charles Pic (Caterham), a a 1 volta
18) G. Van der Garde (Caterham), a a 1 volta
19) Jules Bianchi (Marussia), a a 1 volta
20) Max Chilton (Marussia), a a 1 volta

Não completaram: Jean-Eric Vergne (Toro Rosso) e Paul di Resta (Force India)

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias