Vettel larga na frente, com as duas Mercedes logo atrás

Classificação para o GP da Índia foi marcada pelas estratégias diferentes de Webber, Alonso e as duas McLaren

Sebastian Vettel conquistou a pole para o GP da Índia, mas as estratégias diferentes de quatro pilotos no top 10, especialmente seu companheiro Mark Webber, quarto colocado no grid, prometem uma corrida diferente a partir das 7h30 deste domingo. Além do australiano, Fernando Alonso (8º), Jenson Button (10º) e Sergio Perez (9º) optaram por se classificar com os pneus médios, mais duráveis. Felipe Massa larga em quinto, com os pneus macios.

Q1

Com a diferença de quase um segundo entre os dois compostos , a maioria das equipes buscou economizar os pneus macios para o restante da classificação. Mas Fernando Alonso e Mark Webber pensaram diferente e usaram os macios desde o início, economizando os médios em uma estratégia mais voltada para a corrida. O espanhol fez o melhor tempo, mas Webber foi mais lento que o próprio companheiro, que estava com os médios.

A estratégia se mostrou acertada pois, na briga para ver quem era eliminado do treino em sua primeira fase, todos os pilotos – a não ser Vettel e Romain Grosjean - tiveram de voltar à pista com os macios para se salvar.

O francês acabou se dando mal, sendo eliminado junto de Maldonado e dos pilotos das nanicas quando Massa fez o quarto tempo no último instante da primeira fase da classificação. Na briga de Marussia e Caterham, Jules Bianchi fez o melhor tempo, à frente de Giedo van der Garde, Charles Pic e Max Chilton.

Q2

Nas primeiras tentativas, a maioria usou os mesmos jogos de macios com que fizeram o Q3, enquanto Hulkenberg e Ricciardo optaram pelo pneu médio. As Red Bull foram à pista com apenas seis minutos para o final, com pneus novos, e fizeram os dois melhores tempos.

Todos usaram os macios na tentativa seguinte, na qual Alonso chegou surpreendentemente “perto”, a três décimos de Vettel. Massa mais uma vez esteve fora dos classificados até os instantes finais, quando conseguiu o oitavo posto. Assim, sobrou para Ricciardo, Di Resta, Sutil, Vergne, Bottas e Gutierrez.

Q3

Assim que a última fase da classificação começou, Alonso e Webber foram à pista com pneus médios. Na primeira parte do Q3, apenas os dois e Vettel, com macios, marcaram tempos, com o alemão em primeiro, o australiano em segundo e o espanhol em terceiro.

Todos foram à pista nos minutos finais, com Webber e Alonso retornando com outro jogo de médios. A estratégia foi a mesma adotada pela McLaren, com ambos os carros. As Mercedes, com Nico Rosberg à frente, foram os carros que chegaram mais perto de Vettel, porém mais de sete décimos mais lentos. Webber, Massa, Raikkonen, Hulkenberg, Alonso, Perez e Button completam o top 10.

Tempos do treino oficial:

1) Sebastian Vettel (Red Bull), 1min24s119
2) Nico Rosberg (Mercedes), 1min24s871
3) Lewis Hamilton (Mercedes), 1min24s941
4) Mark Webber (Red Bull), 1min25s047
5) Felipe Massa (Ferrari), 1min25s201
6) Kimi Raikkonen (Lotus), 1min25s248
7) Nico Hulkenberg (Sauber), 1min25s334
8) Fernando Alonso (Ferrari), 1min25s826
9) Sergio Pérez (McLaren), 1min26s153
10) Jenson Button (McLaren), 1min26s487

Q2

11) Daniel Ricciardo (Toro Rosso), 1min25s519
12) Paul di Resta (Force India), 1min25s711
13) Adrian Sutil (Force India), 1min25s740
14) Jean-Eric Vergne (Toro Rosso), 1min25s798
15) Valtteri Bottas (Williams), 1min26s134
16) Esteban Gutierrez (Sauber), 1 min26s336

Q1

17) Romain Grosjean (Lotus), 1min26s577
18) Pastor Maldonado (Williams), 1min26s842
19) Jules Bianchi (Marussia), 1min26s970
20) G. Van der Garde (Caterham), 1min27s105
21) Charles Pic (Caterham), 1min27s487
22) Max Chilton (Marussia), 1min28s138

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias