Vettel não está sucumbindo à pressão, afirma Whitmarsh

Para chefe da McLaren, alemão da Red Bull tem sido impecável nesta temporada e errou quando podia, fora da briga pela vitória

Estaria Sebastian Vettel sentindo o peso da pressão?

Para Martin Whitmarsh, chefe da equipe McLaren, a atuação abaixo da média de Sebastian Vettel no GP da Alemanha não é um reflexo da pressão que o alemão estaria recebendo nesta temporada.

Vettel largou em terceiro, ficou pela primeira vez em 14 corridas fora da primeira fila e sequer passou perto do pódio, herdando a quarta posição na última volta após um erro da Ferrari no pitstop de Felipe Massa. Isso sem contar pequenos erros de pilotagem durante a corrida em Nürburgring.
 
Segundo o dirigente, Vettel tem sido impecável durante toda a temporada e errou justamente quando podia, longe da briga pela vitória, e foram falhas simples, nada muito complexo. Curiosamente, Whitmarsh ignorou a falha do alemão na volta final do GP do Canadá, que deu a vitória a Jenson Button.
 
"Você não pode esperar que ele seja perfeito o tempo todo. Ele ganhou uma enorme quantidade de provas do fim do ano passado até este ano. É fácil para todo mundo criticá-lo apenas por uma corrida, mas ele tem sido excepcionalmente consistente por um longo tempo", afirma.
 
"Ele não estava sob tanta pressão. Estava fora da corrida em termos de vitória, em minha opinião, quando cometeu erros. As pessoas podem configurar isso como falha sob pressão, mas, honestamente, não acho que foi o caso. Foram erros simples. Os pilotos cometem isso, assim como as equipes e todos os seres humanos. Dá para  dizer que ele errou na hora certa, quando não estava vencendo. Queria ver algum desses erros quando ele estivesse na frente. Ele está fazendo um ótimo trabalho neste ano", reflete.
 
Com 79 pontos de vantagem para Lewis Hamilton, terceiro na tabela, e 77 para o parceiro Mark Webber, Vettel está em uma posição bastante confortável, de acordo com Whitmarsh. E a ideia da McLaren é pressionar o máximo possível para maximizar os erros.
 
"Nós não podemos forçar alguma quebra e tudo o que temos de fazer é colocar pressão nele. No início do ano, Sebastian estava supremo em sua confiança, não cometendo erros. Precisamos nos concentrar em nós mesmos, melhorar nossa performance, confiabilidade, tudo o que fazemos. Se isso for bom o suficiente para vencer corridas, será ótimo."

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Sebastian Vettel
Tipo de artigo Últimas notícias