Vettel ratifica domínio da Red Bull no terceiro treino livre em Melbourne

Atual campeão mundial começa o sábado em Melbourne colocando oito décimos sobre o parceiro Webber, que ficou em segundo

Vettel fica a menos de seis décimos do recorde de Melbourne

Confirmando a velocidade da Red Bull, Sebastian Vettel e Mark Webber dominaram com folga o terceiro treino livre, que antecede a tomada de tempos para o GP da Austrália de F-1.

Leia também no TotalRace
>>Participe da promoção de inauguração e ganhe os bonés dos cinco campeões


O atual campeão mundial registrou a marca de 1min24s507. Com isso, foi o único a quebrar a barreira de 1min25s, colocando nada menos que 0s857 sobre o parceiro australiano. Lewis Hamilton e Jenson Button, ambos da McLaren, fecharam o "G4" com passagens um segundo acima de Vettel.

Fernando Alonso, a bordo da Ferrari, andou 1s6 mais lento e finalizou o treino em sexto, curiosamente atrás do russo Vitaly Petrov, com o carro da Renault. A bordo da Sauber, Kamui Kobayashi andou bem, em sétimo, à frente de três alemães: Nico Rosberg (Mercedes), Nick Heidfeld (Renault) e Michael Schumacher (Mercedes), que formaram o "top 10".

Entre os brasileiros, Felipe Massa mostrou dificuldades com os pneus, errando algumas tomadas de curva. Registrou o 12º tempo, quatro postos à frente de Rubens Barrichello, que enfrentou problemas de câmbio em seu Williams. O time inglês ainda viu Pastor Maldonado sair da pista, atolar na brita e encerrar seu treino antes da hora.

Como foi o treino:

Na primeira meia hora, pouca movimentação nos instantes iniciais, passando a ficar agitado após 20 minutos. O asfalto frio com os pneus duros provocou uma série de escapadas, como Button e Maldonado, que pararam na brita. O colombiano nem se deu ao trabalho de sair do carro quando foi rebocado. Heidfeld, por sua vez, viu uma peça voar de seu carro. Enquanto isso, a Red Bull de Vettel voou para o primeiro posto.

Webber tomou a ponta no início da segunda metade da sessão, perdendo a posição para Button com 20 minutos para o fim. O troco veio rapidamente com Vettel, que fez um tempo seis décimos melhor. Nos últimos três minutos, a coisa ficou agitada, com todos os principais pilotos na pista, e Vettel quis se estabelecer na frente baixando em oito décimos sua volta. Mesmo assim, o tempo foi pouco menos de seis décimos pior que o recorde da pista (1min23s919), estabelecido por ele mesmo.

A tomada de tempos que define o grid de largada acontece às 3h (de Brasília), com transmissão ao vivo da Rede Globo e cobertura "in loco" do TotalRace.

 


 

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Austrália
Pilotos Rubens Barrichello , Mark Webber , Lewis Hamilton , Felipe Massa , Sebastian Vettel
Tipo de artigo Últimas notícias