Vettel relata pressões das Lotus e alívio ao cruzar linha de chegada

Tricampeão vence pela primeira vez uma corrida em casa e aumenta diferença para concorrência no campeonato

Vettel comemora vitória em casa

Sebastian Vettel conseguiu vencer o GP da Alemanha pela primeira vez na carreira neste domingo. Para isso, o alemão se utilizou de uma largada perfeita, conseguindo passar Hamilton e segurando o ímpeto do companheiro Webber. A partir daí os inímigos do piloto da casa passaram a ser os dois carros da Lotus, com melhor conservação de pneus.

No entanto, sempre conseguindo responder aos ataques de Grosjean e Kimi, Sebastian conseguiu a vitória. Ainda assim, com Räikkönen, de pneus macios, chegando cada vez mais nos últimos giros, Vettel confessou: “Fico muito feliz que a corrida tem 60, e não 61 voltas ou mais”.

“É inacreditável. É um privilégio vencer em casa, e também foi muito difícil porque Kimi estava forçando muito no final. Eles tentaram fazer algo diferente em relação à estratégia, mas tivemos uma grande corrida.”

“Forcei a corrida inteira e estou muito feliz em ganhar na Alemanha. Senti o empurrão da torcida. Estava forçando por todas as voltas e as Lotus estavam cuidando melhor dos pneus. Tenho de agradecer a equipe, estou muito feliz por hoje.”

O piloto ainda relatou problemas mecânicos que o atrapalharam durante a prova. “Senti a pressão do Kimi, e também do Romain na metade da corrida. Além disso, perdermos o Kers por algumas voltas, o que não foi o ideal para defender minha posição, mas conseguimos fazer o sistema voltar.”

Webber acabou perdendo uma de suas rodas no pit lane após a primeira parada. O piloto acabou sendo empurrado de volta ao pit e aproveitou o Safety Car para descontar sua volta. O australiano foi o sétimo. "Perdemos muito tempo. Quando perdi a roda tiveram que empurrar meu carro de volta. Ainda bem que todos estão bem. Isso é o mais importante", falou ao TotalRace.

"Depois disso focamos no resultado. Obviamente perdemos uma boa chance de lutar por um bom resultado aqui hoje. No fim, fiz o que pude fazer. É isso."

"Mas não foi bom. Estava com o pessoal da frente nos primeiros pit stops e com os pneus mais duros me sentia bem. Fiz o resto da corrida indo o mais rápido possível. Assistido tudo no telão, para ver como estava indo, e foi isso. Não deu para fazer mais", finaizou.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Mark Webber , Sebastian Vettel
Tipo de artigo Últimas notícias