Vettel se livra de Hamilton logo de cara e vence a décima

Restou ao inglês se segurar em segundo, após sofrer pressão de Webber por grande parte do GP da Coreia

Vettel foi dominante na Coreia

Sebastian Vettel se livrou do “empecilho” Lewis Hamilton logo na primeira volta para garantir mais uma vitória tranquila. Superado pelo bicampeão, o pole position teve uma forte briga com Mark Webber e conseguiu se sustentar na segunda posição. Jenson Button foi o quarto, Fernando Alonso o quinto e Felipe Massa o sexto. Correndo juntos por boa parte da prova, Rubens Barrichello e Bruno Senna completaram em 12º e 13º.

Contrariando a expectativa de um domingo com tempo aberto em Yeongam, a prova começou sob ameaça de uma chuva leve nas primeiras voltas, que logo passou.

A primeira volta teve muitas trocas de posição, Felipe Massa ultrapassou Mark Webber e Jenson Button na freada da curva três e subiu para terceiro, mas o australiano conseguiu se recuperar na curva seguinte e superou os dois, quase simultaneamente com a ultrapassagem de Vettel em cima de Hamilton pela liderança. Quem se deu mal com a briga foi Button, que ficou encaixotado e acabou superado também por Alonso.

Após a primeira volta, Vettel liderava Hamilton, Webber, Massa, Alonso, Button, Rosberg, Petrov, Schumacher, Di Resta. Bruno Senna mais uma vez não largou bem e caiu para 19º, enquanto Rubens Barrichello ganhou uma posição e subiu para 17º.

Os pneus da Ferrari pareceram acabar antes dos rivais. Massa perdeu contato com Webber e passou a sofrer pressão de Alonso, que vinha apertado por Button. A McLaren antecipou a parada para que o inglês conseguisse ultrapassar ambas as Ferrari, mas, ao parar junto de Nico Rosberg, o piloto da McLaren perdeu a posição, após uma luta na saída dos boxes.

Por ficar na pista uma volta a mais que Massa, Alonso chegou a sair atrás de Petrov e Schumacher, mas o russo atropelou o alemão e ambos saíram da prova. A batida trouxe o Safety Car  e reagrupou os carros. As McLaren foram as únicas dos ponteiros que optaram por fazer o segundo stint com os pneus supermacios.

Após a primeira parada, Rubens Barrichello ocupava a 15ª colocação, logo à frente de Bruno Senna. Quem se deu bem com o Safety Car foi Jaime Alguersuari, que se colocou em oitavo.

Na relargada, Button usou a maior aderência dos supermacios para pressionar Webber, mas não conseguiu a ultrapassagem.

Pastor Maldonado vinha em 11º quando foi punido com um drive through após errar a entrada do pit lane. Voltou atrás de Barrichello, que ultrapassou Kobayashi após emparelhar na curva três por dentro, enquanto Bruno Senna o apertou por fora. O piloto da Renault ficou sem espaço e seguiu brigando com o japonês, que tinha um pedaço da asa dianteiro quebrado, na volta seguinte, quando conseguiu a ultrapassagem.

Na volta 27, Massa usou a asa traseira móvel para ultrapassar Rosberg e Alonso aproveitou a oportunidade e superou o alemão logo em seguida. Após forte briga entre as Ferrari, o brasileiro se manteve à frente.

Na ponta, os supermacios de Hamilton começaram a se degradar mais que os macios de Webber, mas o australiano tinha dificuldade em ultrapassar o inglês. Ambos pararam juntos, colocaram os pneus macios e mantiveram as posições. Na saída do box, Webber chegou a ultrapassar, mas Hamilton voltou, em briga forte pela segunda posição.

Massa fez sua segunda parada na volta seguinte, junto de Vettel e Button, enquanto Alonso, com os pneus mais conservados, permaneceu na pista em um ritmo forte por mais quatro voltas e retornou à frente de Massa, em quinto.

O espanhol voltou fazendo uma sequência de voltas mais rápidas da corrida, tirando cerca de seis décimos por volta em relação a Button.

Após fazerem seus segundos pit stops, Senna e Barrichello inverteram posições, com Bruno em 13º e Rubens em 14º.

Com seis voltas para o final, Webber passou Hamilton na curva um, mas o inglês deu o troco usando a DRS na reta seguinte. A briga fez com que Button e Alonso chegassem, com os quatro pilotos separados por três segundos.

Com cinco voltas para o final, Barrichello superou Senna pela 13ª colocação. Os dois ainda ganhariam uma posição e terminariam em 12º e 13º. Um dos nomes da prova, Alguersuari ainda ultrapassou Rosberg na última volta para chegar em sétimo. Buemi e Di Resta completaram as posições na zona de pontuação.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Coreia
Tipo de artigo Últimas notícias