Vettel só precisa de uma volta para liderar terceira sessão de treinos livres

Alemão, que ficou parado nos boxes por todo o treino, superou Mark Webber por 84 milésimos

Vettel humilhou a concorrência

 

Sebastian Vettel só precisou de uma volta cronometrada para superar a concorrência e fechar a terceira sessão de treinos livres na ponta. O alemão, após ficar por todo o treino nos boxes com problemas eletrônicos no carro, fez apenas uma simulação de classificação e superou o companheiro Mark Webber for 84 milésimos. O primeiro carro rival, de Michael Schumacher, foi 1s3 mais lento.
 

Depois de uma sexta-feira marcada pelos testes com as novidades que as equipes trouxeram a Barcelona e pela avaliação dos novos pneus duros, a terceira sessão de treinos livres foi uma boa oportunidade para as equipes usarem tudo o que de fato ajudou a performance ontem e testar as forças para o treino classificatório.
 

Com temperatura da pista relativamente baixa, nos 22ºC – ontem, passou de 40ºC no horário em que será disputada a classificação – e pneus duros, Nico Rosberg e Lewis Hamilton escaparam da pista ainda na volta de instalação.
 

Falando em updates, a FIA considerou a nova asa traseira da Ferrari ilegal e a equipe teve que reverter à peça usada no GP da Turquia.
 

O primeiro dos grandes a ir para a pista, com pouco mais de 20 minutos de sessão, foi Michael Schumacher, que marcou 1min26s5, ainda longe das marcas estabelecidas por Mark Webber nos treinos de sexta-feira. Assim que o australiano colocou ordem na casa, com 1min24s7, o Renault de Nick Heidfeld parou na área de escape pegando fogo, numa falha provavelmente ligada à solução diferente do escapamento usada pela equipe. Com o carro destruído, sua classificação fica comprometida.
 

Sem as bandeiras amarelas, Webber baixou mais nove décimos na frente. Assim como ontem, quem mais se aproximou foram as duas McLaren, com Jenson Button e Lewis Hamilton, ainda assim com mais de seis décimos para o líder.
 

O primeiro a colocar o pneu macio foi Schumacher, que baixou seu tempo para 1min32s0, mais de três décimos à frente do companheiro Rosberg.
 

Felipe Massa ficou a 1s2 das Mercedes com pneus macios. Alonso foi menos de um décimo mais rápido que o companheiro.
 

Enquanto isso, Mark Webber pulverizou os tempos e marcou o melhor tempo do final de semana, 1min21s7, quase 2s5 mais rápido que as Ferrari e 1s2 melhor que Schumacher. As McLaren se colocaram entre as Mercedes, dando indicativos de mais um passeio das Red Bull na classificação. A Renault de Petrov ainda se colocou à frente dos carros vermelhos. Rubens Barrichello ficou logo à frente de Massa, em décimo lugar.
 

Foi quando apareceu Sebastian Vettel, já nos instantes finais do treino, para marcar 1min21s707, 84 milésimos à frente de Webber. A equipe ficou por quase todo o treino tentando identificar o que teria causado o problema elétrico. Ao encontrarem um cabo desconectado, o alemão pôde voltar à pista e fazer o melhor tempo.
 

O treino classificatório tem início às 9h deste sábado.

 

Confira os tempos da 3ª sessão de treinos livres

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Espanha
Tipo de artigo Últimas notícias