Vettel suporta pressão de Hamilton e vence a quarta no ano

Piloto da Red Bull cai para terceiro na largada, toma a ponta na estratégia de box e luta para segurar McLaren nas voltas finais

Vettel: temporada quase perfeita, não fosse a China

O GP da Espanha de 2011 pode ter sido o mais movimentado da história, mas não impediu Sebastian Vettel de manter o domínio e vencer pela quarta vez em cinco provas disputadas até o momento.

A disputa deste domingo, no entanto, foi mais apertada: largando em terceiro, tomou a ponta na segunda janela de pit stops e passou a receber uma enorme pressão da McLaren de Lewis Hamilton na parte final da corrida, com o inglês esboçando uma ultrapassagem – bem defendida pelo atual campeão.
 
>>
>>
>>
>> >>
>>
>>
>>
A McLaren, no entanto, levou a melhor na disputa pelo terceiro lugar: Jenson Button, que largou em quinto e caiu para décimo no início, chegou a liderar na janela de paradas e terminou em terceiro, bem à frente do pole Mark Webber, da Red Bull, que "quebrou a regra" de que o pole sempre vence em Barcelona.
 
Correndo em casa, Fernando Alonso fez a festa da torcida, mas não traduziu isso em resultados. O espanhol fez uma largada do mesmo nível de sua volta de classificação, pulando para a ponta em um início arrebatador, mas acabou caíndo de rendimento junto com Webber e chegou em quinto, tomando uma volta do vencedor.
 
A Ferrari teve um dia para esquecer: Felipe Massa teve uma atuação sofrível, chegando a rodar e abandonando com um problema no câmbio. Já Rubens Barrichello, com a Williams, teve uma prova das mais discretas, tomando duas voltas e recebendo a bandeirada em 17°.
 
Agora, a F-1 faz as malas e pega a estrada rumo ao Principado de Mônaco, palco da corrida mais charmosa da temporada, no próximo domingo.
 
Final:
 

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Espanha
Pilotos Sebastian Vettel
Tipo de artigo Últimas notícias