Vijay Mallya diz que corrida na Índia “é o melhor para a F-1 do futuro”

Dirigente espera que autoridades indianas usem bom senso para manter realização da corrida em Nova Déli

, o dono da Force India, Vijay Mallya, espera que o governo indiano reveja sua políticas de taxa. Política que, segundo o dirigente da FOM, taxaria bônus das equipes por resultados no GP no circuito de Buddh.

“Há um problema com as autoridades fiscais da Índia, mas as autoridades fiscais da Índia tendem a ser um grupo muito difícil”, disse Mallya à ESPN. “Eles ainda lançaram um crédito fiscal monstruoso na Vodafone e Nokia e outras empresas multinacionais. Esse tipo de impasse em impostos não é nada incomum.”

“A lógica é que há 19 corridas e uma corrida é a Índia, portanto 1/19 de todas as receitas geradas na Fórmula 1 estão sujeitas ao imposto indiano. Deste ponto, a mente de um homem do imposto indiano talvez seja justificável, mas precisamos sentar com eles e dizer: 'Olha, este não é o único país que hospeda uma corrida de F1. Há outros países que foram hospedagem corridas de F1 por décadas e não fazem as mesmas exigências . Então, como pode?' "

O chefe da Force India também argumenta de que ter uma corrida na Índia seja bom para a F-1 a longo prazo.

“É uma pista fantástica, os pilotos amam, as equipes amam”, comentou. “A Índia é um país com um enorme potencial. 1,3 bilhão de pessoas e 50 por cento deles são jovens. Não pode haver um ambiente melhor para a Fórmula 1 do futuro.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias