Vitaly Petrov busca se tornar um "piloto noturno"

Russo fala da importância de se adaptar bem ao horário - e ao extremo calor - do GP de Cingapura

Petrov quer deixar para trás a frustração do abandono precoce em Monza

Vitaly Petrov quer deixar para trás a frustração de Monza, quando teve de abandonar logo na primeira curva, após acidente causado por Vitantonio Liuzzi, e se concentra em um bom resultado no GP de Cingapura. Para o russo, a preparação para a única corrida noturna da temporada é fundamental.

“Você precisa mudar sua rotina e se tornar um ‘piloto noturno’. Assim, é preciso passar mais tempo em Cingapura, por isso eu chego na segunda-feira antes da corrida para me adaptar às condições”, afirmou o piloto da Renault, destacando também a importância de se acostumar ao clima quente da região.

Petrov revelou ser um fã de circuitos urbanos, como o de Marina Bay. “Gosto de pistas que exigem o máximo de concentração e nos quais você não pode cometer erros. Nem precisa dizer que Cingapura não é uma pista fácil; uma boa tração é muito importante e isso foi um problema para nós no passado. Mas estamos confiantes de que melhoramos e vamos buscar um bom acerto para a classificação”.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP de Cingapura
Pilotos Vitaly Petrov
Tipo de artigo Últimas notícias