VTs das corridas são arma de Rubens Barrichello

Mesmo sendo o piloto mais experiente do grid, brasileiro revela que aprende com as gravações

Barrichello continua trabalhando mesmo quando está em casa

 

O trabalho de Rubens Barrichello em um final de semana de corrida não acaba logo depois da prova. O brasileiro revela que sempre assiste a um VT do GP. Faz isso pela paixão pelo esporte, claro, mas principalmente para ver onde pode melhorar.

“Ajuda pelo simples fato de assistir à corrida e saber que na vida sempre se aprende com a mínima coisa. Assisto pelo prazer de assistir – assim como acordo às três horas da manhã para ver corrida de Beetle, isso é normal – então ver uma corrida minha é muito legal.”

O piloto da Williams revela que conta com uma transmissão sem narração, para poder estudar melhor a concorrência e observar o desempenho de seu próprio carro.

“Tem sempre alguma coisa que você aprende, pelo barulho do carro, por exemplo. Vejo uma gravação feita sem nenhum comentário, então assisto à corrida bem crua mesmo, só com o barulho do carro e o rádio de todo mundo. Então, é importante.”

Barrichello não é o único que vê vídeos para aprender. Em entrevista recente ao jornal espanhol “El Mundo”, o líder do campeonato Sebastian Vettel também revelou que gosta das imagens, principalmente das captadas pelas câmeras onboard.

“Ainda me falta muito, tenho muito o que melhorar e aprender de Fernando [Alonso] e Michael[Schumacher], de pilotos que são referência. São pequenos detalhes, sobretudo ao volante. Presto atenção a suas freadas, sua maneira de conduzir o carro. Reviso as imagens das câmeras onboard. A experiência deles me serve.”

(Colaboraram Felipe Motta e Luis Fernando Ramos)

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Rubens Barrichello
Tipo de artigo Últimas notícias