Webber critica punição a Massa: F-1 não é carro de rua

Para australiano, comissários estão sendo consistentes, mas têm de entender que às vezes não é preciso punir

Massa e Hamilton na Índia

O piloto da Red Bull, Mark Webber, criticou a recente postura dos comissários em relação às punições dadas após incidentes nas corridas – e citou a colisão entre Felipe Massa e Lewis Hamilton no último GP da Índia como exemplo.

Para o australiano, aos comissários da F-1 está cada vez mais parecendo delegados de trânsito.

“A F-1 está ficando cada vez mais parecida com os carros de rua em termos de penalizações. A atitude parece ser que alguém deve ser culpado quando há um incidente. Nesse casso, os comissários acharam que Felipe poderia ter dado mais espaço, mas para mim não foi tão simples”, afirmou em sua coluna na BBC.

Webber não vê nenhum culpado pela batida na Índia. “Daria para argumentar um dia inteiro sobre os certos e errados do últimos acidente envolvendo Lewis Hamilton e Felipe Massa, mas cada um teve 50% de culpa na minha opinião.”

Para o australiano, deve ser observada a velocidade da curva em questão. “A curva em que eles colidiram é muito rápida e difícil de passar, mas Lewis conseguiu sair muito bem da curva quatro e colocou por dentro.”

Quarto colocado no campeonato, Webber afirmou que os comissários têm sido consistentes, mas criticou o excesso de punições.

“Os pilotos sempre pedem que os comissários sejam consistentes – e, para ser justo, é o que eles estão tentando ser. Se alguém errou completamente, tudo bem, que seja dada uma punição, mas às vezes é melhor dizer que foi uma daquelas coisas – o que chamamos na F-1 de acidente de corrida – e deixar por isso mesmo.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Mark Webber , Lewis Hamilton , Felipe Massa
Tipo de artigo Últimas notícias