Webber diz que Vettel e ele estão livres para disputar posições

Questionado pelo TotalRace, australiano dá resposta positiva e "joga a responsabilidade" para cima do chefe Christian Horner

Mark Webber e Christian Horner: papo rápido depois do GP britânico

Um dos centros das atenções desta quinta-feira em Nurburgring foi Mark Webber e as conversas em torno do que aconteceu na corrida passada, em Silverstone.

Todos os jornalistas, sem exceção, queriam saber do australiano como foi a conversa com a Red Bull nos dias seguintes ao GP da Grã-Bretanha. E Webber contou que tudo se resumiu em um papo rápido.
 
"Conversamos, eles colocaram o ponto deles e o meu. Foi rápido. Ambos pudemos ver como ficamos nesta posição. Ele fez pela equipe, que é o interesse deles, eu queria ganhar uma posição, estava afim de melhorar, foi o que aconteceu."
 
O australiano não nega a insatisfação com o caso e, afirmou que se ele fosse o segundo colocado, a abordagem do time seria a mesma e, em sua opinião, os três pontos podem fazer diferença no fim do ano. "Se fosse a ordem invertida, seria tratada da mesma forma. 
 
"Estava tentando mais três pontos. É fácil para ele que parássemos de lutar. No fim do ano vamos ver se esses três pontos farão falta. Como piloto, você está aqui para lutar e melhorar sua posição. Minha reação foi clara, era o que eu queria fazer, é bem o instinto. Estou aqui para conseguir o melhor resultado possível".
 
Perguntado pelo TotalRace se ele e Sebastian Vettel estão liberados para correr, a resposta de Webber foi positiva: "Podemos correr, como foi nos últimos anos. Você pode perguntar a Christian [Horner] como ele vai se sentir se a situação acontecer de novo."
 
Por fim, o australiano comentou sobre as expectativas para a corrida deste fim de semana: "Estou confiante. É uma boa pista que gosto muito. Teremos umas decisões-chave nos treinos por conta dos pneus e do clima, e a classificação será essencial. Sabemos que podia acontecer tudo."
 
"Sempre gosto de pilotar aqui e não vejo motivos para não andar bem. O clima será interssante, mas igual para todos. Fomos muito bem em 2009. Vamos ver se conseguimos ser competitivos em todas as pistas. Claro, o Fernando [Alonso] ganhou o último GP e é sempre rápido."
 
(Colaborou Luis Fernando Ramos, de Nurburgring)

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Mark Webber
Tipo de artigo Últimas notícias