Webber inicia testes finais voando baixo

Australiano da Red Bull crava melhor tempo em simulação de classificação, seguido por McLaren de Button; Razia é único brasileiro na pista, em décimo

 

O primeiro dia da bateria final de testes pré-temporada da F1, disputado no circuito de Barcelona, viu Mark Webber voar baixo com a Red Bull. O australiano registrou a marca de 1min22s544 quando fez uma simulação de volta rápida pela manhã.
 
O tempo foi melhor que os registrados pelos pilotos na visita anterior ao circuito catalão, e foi 0s366 mais rápido do que o registrado por Jenson Button, da McLaren, o segundo, no mesmo estilo de classificação. À tarde, os dois fizeram simulação de corrida, com longos trechos cumpridos.
 
A terceira posição na tabela, 0s393 atrás de Webber, ficou com Vitaly Petrov, que assumiu o volante do R31 da Lotus Renault GP quando o parceiro Nick Heidfeld, responsável por testar nesta terça, abandonou a sessão por estar resfriado. Mesmo com apenas 20 voltas, Heidfeld ficou em quinto na tabela, atrás de Sergio Perez, da Sauber.
 
Com o C30, o mexicano roubou os holofotes no fim da sessão ao cravar a marca de 1min21s176, que seria quase oito décimos melhor do que a registrada por Webber. Entretanto, uma investigação apurou que ele cortou uma chicane e o tempo foi deletado – sua segunda melhor passagem foi 1s5 mais lenta do que a do australiano da Red Bull. Para completar, o carro da Sauber teve um vazamento de óleo durante o dia.
 
A próxima equipe a surgir na tabela foi a Force India, com Paul di Resta. O time também dividiu o carro entre dois pilotos, com Nico Hulkenberg avaliando pela primeira vez o VJM04 na parte da manhã. O alemão deu 31 voltas e ficou em nono, três posições atrás do parceiro escocês. À frente dele, terminou a Toro Rosso 
 
Já o Team Lotus deu oportunidade aos dois pilotos de sua equipe na GP2, a AirAsia. Pela manhã, o italiano Davide Valsecchi teve direito a 50 voltas com o T128 e ficou em sétimo, antes de parar na brita e provocar a bandeira vermelha, passando o carro para o brasileiro Luiz Razia, que ocupa o cargo de terceiro piloto da equipe. No entanto, um problema mecânico no início causou nova interrupção e deixou o piloto parado por quase duas horas nos boxes. No final, ele foi capaz de dar 29 voltas, terminando em nono.
 
Encerrando a tabela surgiu o belga Jerome D'Ambrosio, que conduzirá sozinho o cronograma da Marussia Virgin em Barcelona, uma vez que Timo Glock convalesce de uma apendicite. O belga entrou e saiu dos boxes repetidamente, deu 57 voltas e ficou quase dez segundos atrás de Webber, em 11º e último. Os testes não contaram com as equipes Williams, Mercedes, Ferrari e Hispania.
 
Tempos desta terça-feira em Barcelona:
 
1°. Mark Webber (AUS/Red Bull), 1min22s544 (97 voltas)
2°. Jenson Button (ING/McLaren-Mercedes), 1min22s910, a 0s366 (74)
3°. Vitaly Petrov (RUS/Lotus Renault GP), 1min22s937, a 0s393 (27)
4°. Sergio Perez (MEX/Sauber-Ferrari), 1min24s117, a 1s573 (90)
5°. Nick Heidfeld (ALE/Lotus Renault GP), 1min24s735, a 2s191 (20)
6°. Paul di Resta (ESC/Force India-Mercedes), 1min25s039, a 2s495 (38)
7°. Davide Valsecchi (ITA/Team Lotus-Renault), 1min25s406, a 2s862 (50)
8°. Sebastien Buemi (SUI/Toro Rosso-Ferrari), 1min26s004, a 3s460 (48)
9°. Nico Hulkenberg (ALE/Force India-Mercedes), 1min26s030, a 3s486 (31)
10°. Luiz Razia (BRA/Team Lotus-Renault), 1min26s723, a 4s179 (29)
11º. Jerome D'Ambrosio (BEL/Marussia Virgin-Cosworth), 1min32s060, a 9s516 (57) 

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias