Webber luta contra estigma de perdedor na Austrália

Piloto é peça central das peças promocionais do GP local, mas ainda é visto com desconfiança

Slogan da corrida de Melbourne é

Mark Webber jamais foi adorado em seu país. No ano passado, na véspera do Grande Prêmio da Austrália, o piloto da Red Bull ressaltou que não sentia o calor da torcida quando chegava a Melbourne. Na corrida, foi mal e acertou a traseira de Lewis Hamilton nas voltas finais.
 
Este ano, o cenário parece diferente, mas não tanto como se poderia prever. Após brigar pelo título em 2010, os australianos passaram a dar mais valor ao trabalho de Webber, ainda que tenha gente que o diminua pelo fato de ter vacilado na reta final do campeonato.
 
"A maioria dos países gosta de vencedores. E muita gente diz por aqui que Mark travou na reta final", diz The Coach, famoso profissional de comunicação de Melbourne, que é mais personagem que jornalista. Tanto que ao ser questionado sobre o seu nome, aponta o boné que carrega seu apelido estampado, que em português significa "O treinador".

 "Acho isso injusto. Ele não venceu, mas lutou até o fim", declara o jornalista, que admira Mark Webber pelos projetos de caridade que desenvolve. "Apesar de alguns comentários maldosos, noto que a reputação dele mudou para melhor, ainda que menos do que mereceria", completa The Coach.

No material promocional do Grande Prêmio da Austrália, Webber é o tema central. O slogan da corrida é "o herói retorna ao lar".

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Austrália
Pilotos Mark Webber
Tipo de artigo Últimas notícias