Webber nega declarações de que 2010 foi sua última chance

Australiano teria afirmado que apoio da Red Bull a Vettel acabaria com suas chances de lutar pelo título

Webber cumprimenta Vettel em Cingapura

O australiano Mark Webber negou que tivesse reconhecido que 2010 foi sua única oportunidade de ser campeão do mundo. Em entrevista publicada pelo Yahoo in Singapore e reproduzida por vários meios de comunicação, o piloto da Red Bull teria indicado que a preferência da equipe por Sebastian Vettel o impedia de lutar pelo título.

Perguntado se 2010 teria sido sua última chance de ser campeão, Webber teria respondido que sim.

“Acho que ano passado foi minha última chance de ser campeão do mundo. Mas forcei muito, muito e fiz várias, várias coisas que outras pessoas não conseguiram então estou muito orgulhoso do que fiz”.

Webber liderou boa parte do campeonato, chegando na última prova, em Abu Dhabi, na segunda colocação, à frente do companheiro Vettel, que acabou vencendo a corrida e levando o título. Em 2011, o australiano é apenas o quarto colocado, enquanto o alemão se encaminha para conquistar o bi neste final de semana, em Suzuka.

“Para ganhar campeonatos, vocês precisa de 100% da equipe. Acho que é difícil uma equipe dar 100% para ambos os pilotos, porque os dois fazem pressão. Olhando para o início que tivemos [em 2011], é claro para onde o apoio precisa ir e respeito isso de certa maneira. A equipe me deu uma grande oportunidade também.” 

Contudo, hoje, via twitter, o australiano afirmou que suas frases haviam sido modificadas. “Fiquei sabendo que fui mal compreendido pelo que disse sobre lutar pelo título ano que vem. É sempre possível adicionar ou remover algumas palavras para uma boa matéria”, criticou.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Mark Webber
Tipo de artigo Últimas notícias