Webber supera Vettel na abertura dos treinos

Em treino dominado pela Red Bull, australiano toma ponta de rival nos acréscimos, para o delírio dos fãs presentes em Melbourne

Webber: andando em casa, australiano fez festa do público em Melbourne

Da mesma forma que terminou a temporada passada, a Red Bull começou 2011 dominando a tabela de tempos com sobras. E, para o delírio dos fãs presentes em Melbourne, o mais veloz foi o piloto da casa Mark Webber.

Com um tempo registrado nos "acréscimos", Webber superou Vettel no duelo interno com a marca de 1min26s831, ficando 0s327 à frente do rival e baixando em quase um décimo a melhor marca do ano passado, registrada por Robert Kubica, da Renault, em 1min26s927.

A Ferrari apareceu logo em seguida, com Fernando Alonso 0s918 atrás, sendo o único a andar no mesmo segundo da Red Bull, em terceiro. A Mercedes, badalada no fim da pré-temporada, apareceu em quarto com Nico Rosberg, à frente da Williams de Rubens Barrichello, em um bom começo.

Jenson Button fechou o "top 6" com o melhor McLaren, logo à frente do parceiro Lewis Hamilton, enquanto Michael Schumacher, de forma discreta, abriu a temporada com o oitavo tempo no treino. Kamui Kobayashi, com o melhor Sauber, e Vitaly Petrov, da Renault, fecharam o grupo dos dez melhores.

Já Massa, que chegou a sair da pista em sua primeira bateria de voltas lançadas, terminou em 13º, a 2s011 de Vettel, enquanto a disputa dos estreantes viu Pastor Maldonado ser o melhor, em 15° com a Williams, duas posições à frente do Sauber de Sergiio Perez. Jérome D'Ambrosio foi melhor que o parceiro Timo Glock na Marussia Virgin, em 20º, enquanto Paul di Resta não treinou e seu Force India foi conduzido por Nico Hulkenberg.

A sessão também teve a presença dos pilotos de testes: Daniel Ricciardo andou bem com a Toro Rosso, em 16º, duas posições à frente de Hulkenberg, enquanto Karun Chandhok deu vexame, batendo o carro do Team Lotus na curva três, logo após sair dos boxes.

O segundo treino livre está marcado para as 2h30 (de Brasília), com transmissão ao vivo do canal por assinatura SporTV2 e cobertura "in loco" do TotalRace.

Como foi a sessão

O treino começou com uma batida segundos após a abertura dos boxes: recém-confirmado como terceiro piloto da Lotus, Chandhok perdeu o controle do T128 e bateu na saída da curva 3. O indiano nada sofreu, mas o carro teve a frente danificada. Este foi, talvez, o único momento de destaque da primeira meia hora, que não teve nenhum piloto marcando tempo.

O primeiro a registrar uma marca foi Massa, que saiu da pista logo após sua volta rápida. Logo em seguida, os carros da Red Bull subiram tranquilamente ao topo da tabela, com Vettel aparecendo à frente de Webber, com as duas McLaren, de Button e Hamilton, logo atrás. O segundo terço do treino viu Barrichello andar em quinto, seguido das duas Mercedes e de Massa, com Alonso permanecendo nos boxes sem marcar tempo.

A parte final viu o espanhol da Ferrari entrar na pista pela primeira vez e, depois de algumas tentativas, se encaixar entre Vettel e Webber, ficando apenas 0s010 atrás do alemão, após ser o mais rápido no último setor. A sessão pegou fogo nos minutos finais, quando as duas Red Bulls resolveram acelerar fundo, com Webber fazendo o melhor tempo, sendo superado por Vettel em 0s292. Com os cronômetros zerados, o austrliano deu o troco, fazendo a festa da torcida local.

Final:

 

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Austrália
Pilotos Mark Webber
Tipo de artigo Últimas notícias