Whitmarsh não acredita que erros afastem Hamilton de renovação

Em ano de renegociação de contrato, piloto inglês tem sofrido com constantes problemas nos pits e falhas da equipe

Hamilton ainda não venceu neste ano

O final de semana de GP da Espanha foi marcado para Lewis Hamilton por mais um erro da McLaren. Desta vez, a equipe o mandou à pista com combustível insuficiente para marcar uma volta rápida, retornar aos pits e ainda ter uma reserva para servir como amostra obrigatória para a FIA.

Com isso, o inglês perdeu a pole position e teve de largar do fundo do pelotão, após ser maio segundo mais rápido que os rivais na classificação. A vantagem ganha pelo peso a menos provavelmente não passou de um décimo.

Não é a primeira vez que a McLaren pisa na bola com Hamilton. Nos cinco primeiros GPs, o inglês teve diversos problemas, principalmente por pit stops lentos, e não venceu nenhuma prova, apesar de ter sido mais rápido no sábado em três oportunidades. E isso em ano de renovação de contrato.

Porém, Martin Whitmarsh, chefe da equipe, disse não acreditar que estes episódios afastem Hamilton de seguir comprometido com a McLaren. “Ele tem de construir o apoio do time, tem de se sentir confortável fazendo isso, tem de querer pilotar e ele está em boa forma. Gostaria de trabalhar com ele por muito tempo”, afirmou após o GP da Espanha.

O inglês salientou a maturidade de seu piloto, que está na equipe desde sua estreia na F-1, em 2007, quando recebeu a notícia da punição.

“Fiquei preocupado porque é algo muito duro de acontecer para um piloto. Mas tenho de dizer que ele demonstrou uma grande reação, algo que eu nunca tinha visto. No final da nossa conversa ele estava me consolando.”

“A relação entre Lewis e a equipe é mais forte e melhor e espero que funcionemos juntos por muito tempo.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Espanha
Pilotos Lewis Hamilton
Tipo de artigo Últimas notícias