Williams admite que carro ruim atrasou projeto de 2014

Mas Claire Williams disse ao TotalRace que a nova equipe de Massa tem estrutura para lidar com contratempos

A Williams admite que os problemas com o carro deste ano atrasaram o cronograma do projeto do ano que vem, mas acredita que tem recursos suficientes para dar a volta por cima – e conta com a força extra do motor Mercedes para dar um passo adiante na próxima temporada.

Ao TotalRace, a chefe substituta da nova equipe de Felipe Massa, Claire Williams, afirmou que, ainda que o time não tenha conseguido colocar todos os recursos que queria no carro do ano que vem, o projeto segue a pleno vapor.

“Sempre começamos a trabalhar em um carro novo assim que o carro da temporada atual começa a ser testado. Mas, como as mudanças para o ano que vem são muito extensas, iniciamos o trabalho ano passado. Como o carro deste ano não nasceu bem, acabamos não investindo tanto quanto queríamos – ou pelo menos tão cedo quanto queríamos – no novo projeto, mas temos sorte na Williams de ter muitos recursos, então ele não foi afetado.”

Um dos motivos para o otimismo do time, atualmente nono colocado no Mundial de Construtores com apenas um ponto marcado, é a troca de fornecedores de motor. Como rumores apontam que a Mercedes terá a melhor unidade de potência em um ciclo que começa ano que vem e se estende até 2020 – período em que os motores serão homologados – a dirigente comemora a mudança.

“Estamos muito animados com o acordo com a Mercedes. Tivemos uma excelente relação com a Renault, mas decidimos mudar porque queríamos algo mais a longo prazo com a Mercedes, que se mostrou desde os primeiros contatos muito empolgada com isso”, afirmou Claire, que assegurou que a colaboração entre Williams e Mercedes já está funcionando bem.

“Assim que fechamos o contrato, no início do ano, nossos engenheiros entraram em contato com o pessoal de Brixworth e a comunicação é ótima entre as duas equipes. Acho que esse motor nos colocará em uma posição muito forte para 2014.”

A mudança de regulamento dá esperança para a inglesa de que a Williams vai afastar as dificuldades vividas nesta temporada. “A próxima temporada é um grande desconhecido. As novas regras vão misturar as coisas e temos de nos certificar que estaremos na melhor posição possível. E muito do trabalho para que isso ocorra está acontecendo no momento.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias