Williams retoma parceria com a Renault a partir de 2012

Equipe inglesa vai contar com os motores franceses por duas temporadas, revivendo colaboração que rendeu quatro títulos mundiais nos anos 90

Anúncio retoma parceria encerrada em 1997, ano do título de Jacques Villeneuve

O futuro da Williams está numa aliança que fez muito sucesso no passado. Nesta segunda-feira, a equipe inglesa anunciou uma parceria com a fabricante de motores francesa Renault, uma combinação que rendeu quatro títulos mundiais nos anos 90. O TotalRace apurou que a equipe de Grove será mais que uma cliente, colaborando também com soluções para os carros de rua da montadora.

Na Fórmula 1, a Williams terá os motores da Renault à disposição pelas temporadas de 2012 e 2013, com uma opção de continuidade também em 2014, quando a categoria terá motores de seis cilindros.

“Nossa relação anterior com a Renault foi uma das mais bem sucedidas na história da Williams, mas não vamos ficar vivendo o passado. Precisamos olhar para o futuro e reconstruir nossa reputação em pista. Espero que o anúncio de hoje nos ajude nesse sentido”, disse Frank Williams.

Desta forma, a Renault fornecerá motores para quatro equipes na próxima temporada: Williams, Renault, Red Bull e Lotus - o que só foi possível com a permissão das outras equipes do grid.

“A partir de 2012, o fato de termos quatro parceiros nos coloca à frente de outros fabricantes de motores em termos de presença no mercado, mas fora das pistas nos permitirá continuar usando a F-1 como plataforma de marketing para a Renault, tentando levar um pouco dessa associação para os fãs e clientes do mundo todo”, afirmou o presidente da Renault Sport F1, Bernard Rey.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias