Wolff: rivalidade Vettel/Hamilton pode ser maior da história

Toto Wolff disse que a crescente rivalidade entre Lewis Hamilton e Sebastian Vettel pode se tonar uma das maiores da história da F1

Com o passeio em Sochi, Lewis Hamilton alcançou o número absoluto de vitórias de Sebastian Vettel. Agora, os dois somam 42 triunfos da F1, um a mais que Ayrton Senna. Ambos estão empatados no ranking de vitórias em terceiro lugar, atrás apenas de Michael Schumacher (91) e Alain Prost (51).

Com a Ferrari crescendo em performance, o diretor da Mercedes, Toto Wolff acha que pode haver uma nova era em que os dois sejam os principais pilotos da Fórmula 1, e disputem cabeça a cabeça os campeonatos daqui em diante.

"Eles estão em carros muito bons e podemos ver uma das maiores rivalidades do esporte, em dois times diferentes. Além de Lewis ter a sua própria rivalidade dentro do time, então isso é bom", disse Wolff.

Ferrari está no páreo

Mesmo que a Mercedes já tenha garantido o título de construtores com a vitória de Hamilton no GP da Rússia, o fato de Vettel estar em segundo lugar na classificação geral, à frente de Nico Rosberg, mostra o progresso da escuderia italiana.

E Wolff disse que é bem-vindo fato de o time mais clássico da história da categoria estar emergindo como uma potência do esporte novamente, mesmo que isso faça o trabalho da Mercedes ficar mais difícil.

"É ótimo para o esporte e isso irá nos forçar a melhorar, eles são o time que gostaríamos de lutar contra. Nós esperamos que eles estejam muito fortes para o próximo ano", disse Wolff.

"Eles mostraram grande performance mais cedo do que imaginávamos, e mesmo no final da corrida você podia ver Vettel em bom ritmo, com o carro e o pneus na mão. É um grupo de pessoas com um carro muito bom, e nós queremos que seja uma ótima briga em 2016", afirmou.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Lewis Hamilton , Sebastian Vettel
Equipes Ferrari , Mercedes
Tipo de artigo Últimas notícias